Carreira

Exame admissional: como funciona e quais os seus pontos principais?

Exame admissional: como funciona e quais os seus pontos principais?

O exame admissional é uma forma de avaliar o estado de saúde do colaborador quando ele entra na organização. Ele é importante para indicar tanto para a empresa, quanto para o colaborador, se ele está apto para realizar as atividades designadas no cargo.

Esse é um processo do departamento de Recursos Humanos que serve para uma proteção para ambos. O novo colaborador toma consciência sobre a sua condição de saúde, tanto física quanto mental, entendendo que só realizará as atividades se realmente estiver hábil para isso. A empresa também entende o estado de saúde do colaborador, garantindo que nenhuma condição de saúde precedente será agravada no processo. Além disso, essa é uma exigência da legislação trabalhista.

Quer saber mais sobre como funciona e quais os principais pontos do exame admissional? Então continue a leitura e descubra!

O funcionamento do exame admissional

O exame admissional é um procedimento que avalia a condição geral de saúde do profissional. Ele é realizado por um médico em clínicas autorizadas pelos órgãos federais. O médico realiza tanto uma entrevista quanto exames físicos, que serão descritos à frente. O profissional deve procurar a clínica indicada pela empresa e realizar o exame na data marcada.

Prazo para realização do exame

O exame admissional é regulado pela Portaria nº 3.214, de 1978. Segundo essa legislação, o ideal é que ele seja realizado antes da entrada do colaborador na empresa, ou seja, antes de ele iniciar as suas atividades. Porém, o prazo, segundo a legislação, é de até 15 dias após a admissão.

Principais exames solicitados

Na maioria das vezes, os exames realizados são:

  • anamnese médica, na qual são listados todos os medicamentos utilizados pelo profissional e histórico familiar e de saúde;
  • exame clínico completo incluindo mensuração da pressão arterial, batimentos cardíacos, identificação de patologias, entre outros procedimentos;
  • avaliação psicológica.

Porém, podem ser solicitados também exames complementares, seja por identificação de patologias ou devido às funções e atividades que serão realizadas pelo colaborador, como um hemograma, audiometria, entre outros.

Documento emitido após o exame

Ao final do exame admissional, quando é identificado que o colaborador está apto para realizar as atividades na empresa, é emitido um documento chamado de "Atestado Médico de Capacidade Funcional". Tanto a empresa quanto o colaborador devem manter uma cópia deste documento.

Também deve ser emitido o ASO do colaborador, sigla para "Atestado de Saúde Ocupacional". Esse documento é feito com base no atestado médico e é uma exigência legal para a admissão efetiva do novo profissional.

Como você pôde perceber, o exame admissional é um procedimento bastante simples, sendo essencial para que a empresa cumpra as normas da legislação trabalhista. No caso da não realização do exame, a empresa corre o risco de sofrer multas e penalidades legais e, até mesmo, um processo judicial. Afinal, o exame admissional é uma forma de resguardar tanto a empresa quanto o colaborador, comprovando que ele está apto para a realização das atividades. Portanto, fique atento e sempre agende o exame para os novos funcionários!

Gostou do artigo? Então aproveite para compartilhar nas suas redes sociais e espalhe o conhecimento entre os seus amigos e colegas!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.