Carreira

Descubra como lidar com pessoas difíceis seguindo estas 7 dicas

Descubra como lidar com pessoas difíceis seguindo estas 7 dicas

O que falar para uma pessoa difícil? Como lidar com pessoas difíceis da família? Como manter a calma com pessoas complexas? Essas e outras dúvidas são apenas algumas das angústias de muitos que se relacionam constantemente com outras pessoas mas ainda não tem encontrado paz e felicidade plena ao lidar com estes desafios. Você é uma pessoa única, com personalidade e características próprias, assim como tem uma forma peculiar de se relacionar com as pessoas ao seu redor, correto? Você tem um ponto de vista das coisas ao seu redor que pode ser diferente dos demais, não é mesmo? Pois bem, é por isso que você pode não se dar bem com todo mundo, afinal, existem indivíduos que possuem comportamentos, valores ou formas de se relacionar que podem te incomodar e, até mesmo, gerar conflitos.

Independentemente de onde você trabalhe, é muito provável que encontre pessoas complicadas e precise estabelecer uma relação que tende a ser bastante complexa e desgastante, esse é um desafio constante dos seres humanos. Muitas vezes essas relações humanas insatisfatórias geram inclusive necessidade de atendimentos online, de psicólogos, ou de outros profissionais ou mesmo de terapia cognitiva comportamental. Mas não se desespere! É possível estar sempre aprendendo a lidar com pessoas difíceis, principalmente no ambiente corporativo. Descubra agora algumas dicas e mudanças comportamentais aplicáveis ao seu dia a dia.

A importância de aprender a lidar com diferentes tipos de pessoas

Você já encontrou uma pessoa difícil — ou, até mesmo, mais de uma —, seja nas relações interpessoais ou no ambiente corporativo. Essas pessoas apresentam grandes desafios cotidianamente e ter um bom relacionamento interpessoal vai depender muito de como você encara essas adversidades. Descobrir como lidar com pessoas difíceis e seus diferentes tipos de personalidades impacta diretamente seu desenvolvimento pessoal. Essa é uma bagagem que será extraordinariamente útil durante toda a nossa vida, tanto no ambiente de trabalho quanto no dia a dia. Para aqueles que trabalham em ambientes corporativos, essa capacidade está intimamente relacionada ao sucesso profissional. Afinal, quando você sabe lidar com a diversidade, é capaz de trabalhar bem, mesmo diante de pessoas totalmente diferentes de você. Por esse motivo, é fundamental aprender a se habituar com a individualidade de cada um, de forma harmônica.

Características de personalidades complicadas

O primeiro passo para quem está aprendendo a lidar com pessoas difíceis é entender quais são as suas principais características. Dessa forma, você é capaz de melhorar a sua compreensão sobre diferentes personalidades e entender quais são as melhores estratégias para administrar esse tipo de relação. Mas, afinal, como é essa pessoa difícil de lidar? O que é uma pessoa tóxica? Descubra agora!

São inflexíveis

Uma das coisas que faz com que uma pessoa seja difícil de lidar é a forma única com que ela enxerga o mundo, as situações e os outros indivíduos. Ou seja, essas pessoas acabam se fixando em padrões muito específicos e fechados na hora de interpretar o mundo e não questionam se essa forma é correta ou adequada à situação em que vive. Dessa forma, a maioria das personalidades complicadas tem uma tendência natural para a inflexibilidade. Isso significa que gostam de impor suas ideias sem ouvir as opiniões dos demais e têm dificuldade em mudar de comportamento.

Reclamam muito

Pessoas pessimistas e que enxergam a vida com o filtro da negatividade também são difíceis de lidar. Assim, uma das características desse tipo de indivíduo é reclamar muito, focando mais no problema do que na busca por soluções. Portanto, elas estão sempre reclamando de algo, criticando colegas ou sendo agressivas no modo como se expressam. Afinal de contas, não têm o costume de se colocar no lugar do outro — faltando-lhes, portanto, empatia e inteligência emocional.

São intolerantes

Você já conheceu alguém que perde o controle por coisas simples ou que é altamente intolerante com os outros? Essas também são características de pessoas difíceis, exigindo bastante serenidade de quem convive com elas. Isso porque esses indivíduos não sabem como lidar com a diferença ou com os erros dos outros, também devido a uma falta de empatia. Não conseguem tolerar quem se comporta ou pensa diferente delas, o que é refletido, na maioria dos casos, em comportamentos agressivos em relação aos demais.

Tem problemas de autoimagem

Outra característica de pessoas difíceis de lidar são os problemas de autoimagem. Ou seja, ela não é capaz de ver a si mesma como realmente é, criando uma ilusão de que é algo que não condiz com a realidade. Isso pode acontecer de diversas formas. Há aquelas que acreditam ser mais espertas do que realmente são, não aceitando a opinião de outras pessoas e agindo sempre com agressividade e crítica em relação ao outro. Porém, também existem indivíduos que acreditam não serem tão capazes quanto são, o que pode fazer com que "pisem" nos colegas ou sempre se coloquem abaixo dos outros.

7 dicas de como lidar com pessoas difíceis na prática

Agora que você já sabe quais são as características que predominam nesse tipo de personalidade, veja abaixo algumas dicas para lidar com elas.

1. Desenvolva inteligência emocional

Fugir de situações irritantes em uma organização é praticamente impossível, dado o grande número de pessoas com as quais se convive diariamente. Porém, isso não significa que não existam soluções para minimizar conflitos ou diminuir a extensão dos seus danos. Desenvolver inteligência emocional, ou seja, consciência e controle sobre os seus próprios sentimentos, é uma delas. A partir do momento em que você desenvolve essa competência, fica mais fácil contornar situações chatas e encontrar o equilíbrio no convívio diário com os colegas de trabalho. Para isso, que tal investir em treinamentos comportamentais? Muitas pessoas não sabem trabalhar com uma pessoa que não gosta e estas são essenciais para quem quer desenvolver essa e outras habilidades.

2. Tenha empatia e compreensão

Todo mundo passa por diversas situações desafiadoras durante a vida. Conviver com uma pessoa desequilibrada, por exemplo, assim como com as pessoas difíceis, não é diferente. Isso significa que existem motivos para que elas se comportem da forma como fazem, mesmo que não tenham consciência disso. Portanto, desenvolver empatia e compreensão é a melhor forma de afastar a raiva. Para isso, tente ouvir com os ouvidos e ver com os olhos do outro, ou seja, se colocar no lugar da outra pessoa. Também é necessário observar os comportamentos alheios sem julgamentos nem rótulos, afinal, não há como adivinhar o que o outro tem passado em sua vida, não é mesmo? Assim, comece tentando não levar nada para o lado pessoal que já é um bom começo.

3. Aceite as diferenças

Querer que todos ajam como você é o caminho mais curto para a frustração e o aborrecimento. Bater de frente com um parceiro difícil pode, por exemplo, dificultar no lidar com pessoas que gostam de irritar. Portanto, antes de condenar alguém como uma “pessoa complicada”, ou desistir de uma "equipe difícil", tente analisar se o que irrita você é realmente relevante ou apenas uma opinião divergente da sua. Todos têm algo para aprender e algo para contribuir com a sua evolução. Entender isso faz com que você aceite de forma mais fácil as diferenças.

4. Evite discussões

Evitar discussões não é a mais fácil das tarefas, mas é possível controlar o tempo de convivência com pessoas difíceis. Ou seja, converse somente o necessário e não dê brechas para assuntos que possam gerar aborrecimentos. A sua paciência também deve ser respeitada em um diálogo. Pode parecer uma atitude radical, mas, em muitos casos, manter uma distância é a única maneira de evitar discussões e conflitos com colegas de trabalho. Com isso, você terá mais tempo e paz de espírito para realizar suas atividades da melhor maneira possível.

5. Saiba impor limites

É muito comum que, para evitar conflitos, você adote um comportamento excessivamente simpático e talvez até sem sentido na hora de escutar as queixas dos outros. No entanto, é bom que saiba: pessoas difíceis costumam “fazer tempestades em um copo d’água” e o que seria facilmente resolvido se torna um grande problema. Isso ocorre devido à característica que elas têm de estar sempre reclamando e estendendo um sofrimento desnecessário. É nesse momento que você precisa saber como impor limites — oferecendo soluções — ou, até mesmo, se distanciar. Saber o que fazer com pessoas perturbadas ou se defender de pessoas maldosas é crucial pois demonstra que algo está passando dos limites razoáveis. Caso contrário, corre o risco de ficar horas a fio perdendo tempo ouvindo lamúrias sem necessidades. Relações com limites é igual a bem estar elevado.

6. Não se deixe contaminar

A falta de estabilidade emocional em um ser humano é um grande desafio encontrado em pessoas difíceis. Isso pode levar até mesmo a momentos em que você perde a noção do que é fato ou história. Esse é um conceito transformador de vidas. Se não ficar atento, acabará se contaminando com toda essa negatividade. Tendo isso em mente, foque nos fatos e desconsidere os julgamentos de valor ou opiniões pessoais — suas e da pessoa. Mantenha uma linguagem corporal saudável, ouça com atenção mas sempre mantendo bom juízo de valor. Dessa forma, você conseguirá manter-se emocionalmente estável, mesmo sendo bombardeado por reclamações.

7. Foque em encontrar soluções

Imagine que seu colega de trabalho chegou até você reclamando de algo e não para de falar sobre o assunto. Em vez de alimentar a reclamação com perguntas excessivas sobre o ocorrido, tentem buscar juntos soluções práticas e diretas para resolver o problema. Dessa maneira, você apresenta formas de resolver as dificuldades e ainda encerra a sessão de lamentações.

8. Indique ajudar quando necessário

Muitas pessoas são consideradas difíceis por terem problemas relacionados à ansiedade, depressão e, até mesmo, outros transtornos psicológicos. Se não tiver formação, você também não deve diagnosticar esse tipo de problema. Busque uma psicóloga, o conselho regional de psicologia ou outros passos ou cursos. Porém, no caso de suspeitas, aproveite para indicar ajuda profissional para os seus colegas. A depressão, por exemplo, pode tornar as pessoas extremamente hostis, sensíveis às críticas e pessimistas. Já a ansiedade faz com que elas se preocupem muito com o futuro, esquecendo o presente. Além disso, a bipolaridade, por exemplo, pode torná-la instável e com comportamentos contraditórios, conversando exageradamente em determinado dia e, algumas semanas depois, evitando ao máximo o contato social. Portanto, saiba identificar esses comportamentos que indicam a necessidade de ajuda profissional e tenha tato e empatia na hora de indicar ajuda. Lidar com pessoas difíceis é uma necessidade no ambiente corporativo. Com essas dicas práticas você está pronto para evitar conflitos e entender tais pessoas, de forma a tonar o ambiente de trabalho muito mais harmônico e agradável! Gostou das nossas dicas de como lidar com pessoas difíceis? Então leia nosso próximo artigo e aprenda, agora mesmo, como fazer um gerenciamento de conflitos eficiente e desenvolver ainda mais os seus relacionamentos interpessoais!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.