Inteligência emocional no trabalho: 5 dicas para conseguir desenvolver

A importância de desenvolver inteligência emocional no trabalho e o impacto no desempenho profissional. Dicas para autoconhecimento e como lidar com as emoções.

Escrito por:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
inteligencia emocional no trabalho

Você já ouviu falar sobre o conceito de inteligência emocional no trabalho? Essa característica tem sido cada vez mais valorizada em ambientes corporativos, pois o seu desenvolvimento tem impacto direto no comportamento dos colaboradores.

Neste post, mostramos 5 dicas de como é possível desenvolver essa habilidade para que você consiga colocar em prática. Confira!

1. Pratique o autoconhecimento e o autocontrole

O primeiro passo para conseguir desenvolver inteligência emocional no trabalho é por meio do autoconhecimento. Por isso, observar e saber controlar as emoções é importante para que você não fique refém delas.

Procure compreender o que deixa você feliz, frustrada, o que faz você ter medo, o que a motiva, entre outros pontos relacionados ao assunto. Depois, note como são feitas as construções dos seus sentimentos e pensamentos. Assim, você conseguirá quebrar alguns comportamentos rotineiros e controlará melhor as suas emoções.

2. Desenvolva empatia

Empatia é fundamental para o desenvolvimento da inteligência emocional. Isso porque é preciso que você entenda que haverá situações em que os colegas de trabalho estarão menos receptivos ou que seu líder estará um pouco mais nervoso.

A conclusão a qual você deve chegar é que nem sempre as reações das pessoas são pautadas por pensamentos racionais. Com isso em mente, fica mais fácil para você se colocar no lugar delas e começar a não levar as coisas para o lado pessoal. Quando situações assim acontecerem, você pode utilizar o afeto para lidar com elas e manter o foco na resolução do problema.

3. Aprenda a lidar bem com pressão

Ser capaz de lidar com a pressão do dia a dia é uma das maneiras mais eficazes de desenvolver a inteligência em questão. Mesmo quando as circunstâncias ao redor estiverem agitadas, é preciso pensar com calma e se lembrar de que algo só pode afetar você se tiver a sua permissão. Afinal, o equilíbrio emocional é fundamental para um líder.

Algumas das formas de lidar com a pressão é analisar as situações de forma equilibrada, manter a produtividade e realizar o trabalho da melhor forma possível. Outra opção é não ter pressa em resolver as tarefas para fugir delas, pois com calma, é possível ganhar tempo e evitar erros.

4. Melhore as relações interpessoais

Ter boas relações interpessoais tem muito a ver com o sentimento de empatia discutido anteriormente. Por isso, saber se relacionar com as outras pessoas, considerando as emoções e sentimentos de cada um dos envolvidos torna o ambiente propício para o desenvolvimento das atividades com excelência.

As interações de qualidade com os outros indivíduos que dividem a rotina de trabalho com você por meio de competências sociais proporciona ainda mais benefícios, como o aumento da qualidade no ambiente empresarial. O entrosamento entre os colaboradores faz com que a rotina fique mais leve e a convivência mais fácil.

5. Saiba como lidar com emoções negativas

Ter emoções negativas é inevitável. Em relação à inteligência emocional, é preciso que fique claro que adquiri-la não significa entrar em estado de negação em relação a esse tipo de sentimento.

A ressignificação de cada um deles é o que faz a diferença no processo. Ser capaz de controlar os impulsos e perceber o porquê das situações em questão geram esse tipo de sensação. Além disso, a inteligência emocional é ideal para encontrar soluções mais sábias para os problemas.

Como você pode perceber, o conceito de inteligência emocional no trabalho tem grande importância na rotina de uma empresa e oferece diversos benefícios para todos os colaboradores. Para que seja possível alcançá-la, uma boa dica é investir em treinamentos, como o da Aspectrum, pois eles ajudam a desenvolver essa habilidade e a aplicá-la no ambiente corporativo.

Tem interesse em saber mais sobre eles? Então entre em contato conosco agora mesmo!

Lembre-se de compartilhar este artigo!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receba as últimas novidades sobre treinamentos e desenvolvimento humano

tudo sobre desenvolvimento de pessoas, capacitação & RH.

Mais do Portal

ser proativo

Descubra como ser proativo

O que significa ser proativo. O que fazer para desenvolver a proatividade. Como saber se você tem iniciativa. Entenda a diferença entre ser proativo e reativo.

employee experience

O que não é Employee Experience

O que Employee Experience não é, significado, exemplos, vantagens, employee branding, employee journey, experiência do funcionário, implementação e guia.

ser proativo

Descubra como ser proativo

O que significa ser proativo. O que fazer para desenvolver a proatividade. Como saber se você tem iniciativa. Entenda a diferença entre ser proativo e reativo.

Conheça um de nossos treinamentos pela voz do nosso CEO.
Vídeo online sem interação humana.

Assistir agora

Fique por dentro dos próximos treinamentos, webinários ao vivo e programe-se para participar de algum deles no melhor momento para você.

Agendar

Quer mais informações?
Descubra como o Google, Facebook, Bradesco, Syngenta e outros clientes tem investido na formação de seus líderes e como você pode trazer nossas metodologias para sua empresa.

Solicitar contato