Soft Skills: O que são, top 10, importância e como desenvolver

Compreenda melhor como as Soft Skills estão super em alta e extremamente relevantes para organizações do mundo moderno.

Escrito por:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O mundo tem passado por um processo de constante transformação. As mudanças tecnológicas com suas exigências trouxeram a busca por diferentes tipos de inteligência e abriu espaço para que robôs e outros recursos de inteligência artificial tomassem espaço no contexto corporativo. Além disso, os profissionais passaram a ser convidados a desenvolver a capacidade de lidar com ferramentas digitais e dominar diferentes tecnologias. 

Apesar dessa busca por evolução técnica, as economias globalizadas têm ampliado a demanda por trabalhadores que possuam  outros tipos de habilidades, mais flexíveis, adaptáveis e transversais. Os líderes das grandes organizações percebem que sozinhas, as habilidades técnicas não são suficientes, mas precisam estar conjugadas com habilidades mais abstratas como relacionamento, comunicação, liderança, entre outras, as chamadas Soft Skills.

O que é uma Soft Skill?

Há algum tempo que as habilidades profissionais são divididas em dois grupos básicos: as Hard Skills, relacionadas as ciências mais “duras” e técnicas, como finanças, engenharia, operações, etc., e as Soft Skills que podem ser definidas como habilidades não cognitivas inatas nos indivíduos e necessárias para um bom relacionamento social no local de trabalho. Elas podem se desenvolver em diferentes níveis, como Pessoal (autoconsciência); Interpessoal (habilidades ligadas à comunicação); Grupais (a exemplo da colaboração) e; Organizacionais, que agregam habilidades como a liderança.

Exemplos

Top 10 Principais Soft Skills apontadas por executivos

Uma pesquisa com 90 executivos questionou sobre quais as principais soft skills que eles consideravam importantes na hora de selecionar um candidato para contratação. No total foram elencadas 517 habilidades, sendo algumas repetidas e outras quase sinônimas. Após intensa filtragem dos termos, a pesquisa trouxe uma lista com as dez características mais procuradas: 

1. Ética no trabalho

Trabalho árduo, disposto a trabalhar, leal, iniciativa, auto motivado, pontual, bom atendimento.

2. Comunicação

Capacidade oral, de fala, escrita, apresentação, audição.

3. Cortesia

Modos, etiqueta, etiqueta nos negócios, gracioso, diz por favor e obrigado, respeitoso.

4. Flexibilidade

Adaptabilidade, disposta a mudar, aprendiz ao longo da vida, aceita coisas novas, ensinável.

5. Integridade

Honesta, ética, moral elevada, tem valores pessoais, faz o que é certo.

6. Habilidades Interpessoais

Simpático, gentil, senso de humor, amigável, estimulante, empático, têm autocontrole, paciente, sociabilidade, cordialidade, habilidades sociais.

7. Atitude positiva

Otimista, entusiasta, encorajadora, feliz, confiante.

8. Profissionalismo

Profissional, bem vestido, boa aparência , equilibrado.

9. Responsabilidade

Responsável, confiável, faz o trabalho, engenhoso, autodisciplinado, quer fazer o bem, consciente e bom senso.

10. Trabalho em Equipe

Cooperativo, se dá bem com os outros, agradável, solidário, prestativo, colaborativo.

Importância das Soft Skills

O desenvolvimento desse tipo de habilidade tornou-se um pré-requisito para o sucesso na era do conhecimento, embora nem sempre essa tarefa seja bem-sucedida. Mas, talvez a pergunta mais importante não seja sobre qual a melhor definição de Soft Skills ou mesmo sobre a lista das mais importantes, e sim: Como desenvolver Soft Skills? Essa é uma pergunta que tem intrigado tantos indivíduos na busca por crescimento na carreira quanto por organizações, diante da necessidade de contar com os melhores profissionais. 

A resposta para essa questão, no entanto, não é tão óbvia.

Desafio do Desenvolvimento de Soft Skills

Diversos estudiosos concordam que as soft skills não devem ser algo esperado naturalmente das pessoas, mas é necessário que as escolas e universidades propiciem maneiras de ensinar essas habilidades sociais em conjunto com as disciplinas técnicas de cada formação. Entretanto, as empresas também têm o dever de dar continuidade a esse ensinamento sobre soft skills, pois, um profissional com altas habilidades técnicas que não sabe se comunicar ou trabalhar em equipe, torna-se improdutivo no cenário econômico atual. Infelizmente, nem todos os líderes enxergam isso e acabam por não se preocupar com essa esfera de desenvolvimento.

A prevalência de ensino das hard skills decorre especialmente do fato de serem relativamente mais fáceis de ser ensinadas e observadas, pois, os recém-formados adquiriram o conhecimento necessário nos currículos universitários tradicionais. Por outro lado, as habilidades pessoais e sociais, não são ensinadas de maneira tão cartesiana e nem sempre podem ser comprovadas.  Por essa razão, essa espécie de habilidade exige uma estratégia diferenciada de formação.

A estrutura de ensino e treinamento nesse contexto, precisa ser mais aberta, flexível e considerar as diferentes características das pessoas, funções e organizações.

4 Características para desenvolver Competências Soft (as Soft Skills)

Um importante estudo da Harvard Business Review apresenta quatro características fundamentais a serem consideradas para a formulação de novos modelos de ensino focados de Soft Skills:

Aprendizado Personalizado

Os profissionais podem buscar o desenvolvimento de habilidades em diferentes programas ou práticas que sejam ideais para eles, no seu próprio ritmo, usando recursos que sejam perfeitamente adequadas ao seu estilo de aprendizagem e ambiente de trabalho específicos.

Aprendizado Socializado

O aprendizado acontece melhor quando os alunos colaboram e se ajudam. O conhecimento é distribuído dentro e entre grupos de pessoas que estão trabalhando para resolver problemas em conjunto.

Aprendizado Contextualizado

Muitos profissionais valorizam a oportunidade de obter desenvolvimento profissional no trabalho, de maneiras diretamente relevantes para o ambiente de trabalho.

Aprendizado com Resultados

Os resultados da aprendizagem precisam ser rastreados de forma transparente e (em alguns casos) autenticados. 

Percebe-se que esse ambiente nem sempre pode ser reproduzido em escolas de negócios, ou mesmo conduzido pela própria organização. Por essa razão, empresas de treinamento e desenvolvimento humano têm se especializado em formar profissionais preparados para os desafios abstratos e contemporâneos relacionados ao desenvolvimento humano. Uma das principais características das Soft Skills refere-se ao fato de que elas sempre estão envolvidas com algum tipo de relacionamento humano, seja nas necessidades de interação e colaboração, seja na necessidade de mobilização. Por essa razão, conteúdos adaptados e desenvolvidos exclusivamente para este fim, podem ter mais sucesso em sua abordagem. 

Longe de ser uma moda corporativa ou uma necessidade periférica, as Soft Skills tornaram-se um requisito para o sucesso de pessoas e organizações. Por essa razão, seu desenvolvimento deve ser item número um da agenda de líderes e profissionais. Além de seu caráter definitivo para a construção da cultura organizacional, essas habilidades tem a virtude de promover a esfera mais nobre e delicada do ambiente corporativo: os relacionamentos humanos. 

Referências

Hoffman, R., Yeh, C., & Casnocha, B. (2019). Learn from People, Not Classes. Harvard Business Review, 97(2), 50-+.

Ibrahim, R., Boerhannoeddin, A. & Bakare, K. K. (2017), The effect of soft skills and training methodology on employee performance, European Journal of Training and Development, 41(4), 388-406. 

Kic-Drgas, J. (2018). Development of soft skills as a part of an LSP course. e-mentor. 2(74), 27-36.

Robles, M. M. (2012). Executive perceptions of the top 10 soft skills needed in today’s workplace. Business Communication Quarterly. 75(4), 453-465.

Shakir, R. (2009). Soft skills at the Malaysian institutes of higher learning. Asian Pacific       Education Review, 10, 309-315.

Lembre-se de compartilhar este artigo!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receba as últimas novidades sobre treinamentos e desenvolvimento humano

tudo sobre desenvolvimento de pessoas, capacitação & RH.

Mais do Portal

cumprir promessas

Você sabe cumprir promessas?

Como manter sua palavra. O que acontece quando não cumprimos nossas promessas, e como evitar promessas não cumpridas. A relação de promessa e senso de urgência.

ser proativo

Descubra como ser proativo

O que significa ser proativo. O que fazer para desenvolver a proatividade. Como saber se você tem iniciativa. Entenda a diferença entre ser proativo e reativo.

cumprir promessas

Você sabe cumprir promessas?

Como manter sua palavra. O que acontece quando não cumprimos nossas promessas, e como evitar promessas não cumpridas. A relação de promessa e senso de urgência.

Conheça um de nossos treinamentos pela voz do nosso CEO.
Vídeo online sem interação humana.

Assistir agora

Fique por dentro dos próximos treinamentos, webinários ao vivo e programe-se para participar de algum deles no melhor momento para você.

Agendar

Quer mais informações?
Descubra como o Google, Facebook, Bradesco, Syngenta e outros clientes tem investido na formação de seus líderes e como você pode trazer nossas metodologias para sua empresa.

Solicitar contato