Carreira

Learning Agility: Significado e Importância da melhoria contínua

Imagine algo que você sempre quis fazer ou uma ideia que quer colocar em prática. É difícil sair da teoria, do mundo das ideias e, efetivamente, tirar os seus conhecimentos do papel, não é mesmo? Volte, inclusive, para o momento da graduação e tente lembrar de como foi difícil aplicar tudo que era aprendido em sala de aula dentro do ambiente de trabalho. O learning agility ou agilidade de aprendizagem é uma opção para quebrar essas barreiras.

Essa técnica também pode facilitar a aplicação de conhecimentos teóricos, incluindo o movimento de sair da zona de conforto para testar coisas novas. Traduzido como agilidade de aprendizagem, se refere a uma nova modalidade de ensino e, inclusive, uma habilidade a ser desenvolvida que permite facilitar esse processo de aplicação.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e descubra a importância da evolução com o auxílio dessa ferramenta.

Definição de learning agility

A agilidade de aprendizagem é uma modalidade voltada para a experiência e a prática. Enquanto no passado as instituições de ensino tradicionais focavam em um aprendizado muito teórico, dentro da sala de aula, essa metodologia propõe algo mais conectado ao mundo dinâmico — no qual você e os seus colaboradores estão inseridos na atualidade.

Existem métodos de ensino voltados para a agilidade de aprendizagem que colocam os estudantes a experimentar coisas novas e, a partir dessa experiência, adquirirem novos conteúdos e habilidades. Porém, existem também profissionais que têm essa competência, o que significa que eles estão sempre em busca de novas experiências, desafios e, dessa forma, do autodesenvolvimento baseado na prática.

A importância desse conceito

É nítido que o mundo está mudando cada vez mais rápido. A realidade é incerta, volátil, com problemas e situações novas a todo momento, além de desafios nunca antes vistos e decisões difíceis de serem embasadas sem conhecimentos anteriores — já que se relacionam com algo muito novo e, muitas vezes, inédito.

Dessa forma, essa ferramenta é uma modalidade de ensino voltada para essa nova realidade. Pessoas com essa competência são capazes de aprender com as novas situações, além de serem capazes de antecipar problemas e riscos, buscando sempre soluções inovadoras e voltadas para o crescimento próprio e da organização na qual estão inseridas.

Os pilares da mentalidade learning agility

A boa notícia é que a mentalidade da agilidade de aprendizagem pode ser desenvolvida. Essa característica é baseada em quatro pilares:

  1. aprender com os erros e evoluir: a aprendizagem se volta para a realidade, a experiência, de forma que os erros são a principal forma de aprender novas competências e, com isso, evoluir, alcançando novos patamares;
  2. inovar: as soluções buscadas sempre são novas, o que significa que esse novo conceito está voltado para a inovação e o pensamento fora da caixa;
  3. encarar as transformações: em vez de se prender ao antigo, a agilidade de aprendizagem se baseia na aceitação das mudanças de forma calma e tranquila, buscando sempre a melhor forma de se adaptar;
  4. adaptar-se às situações adversas: essa ferramenta não envolve apenas uma adaptação a situações novas, mas também a novas adversidades, obstáculos, desafios, buscando soluções em vez de travar diante de um problema.

Formas de usar a agilidade de aprendizagem nas organizações exponenciais

Existem algumas formas de utilizar o learning agility para desempenhar funções nas organizações. Confira algumas delas a seguir.

Seleção de pessoas

Em qualquer aplicação do método assessment, o que os profissionais procuram nos candidatos é a melhor combinação entre os participantes — com suas competências, qualidades e características — e os requisitos da função, além das crenças da empresa. Geralmente, existe um conjunto de avaliações para chegar a esse resultado, que inclui testes de raciocínio, simulações e entrevista de perfil comportamental.

Nesse cenário, o learning agility é um dos processos cruciais. Isso porque, os responsáveis pela área de Recursos Humanos precisam entender quais aspectos da aprendizagem farão mais diferença em uma posição específica para, a partir daí, buscar esse fit entre os candidatos e a vaga.

Gestão de performance

A gestão de performance e o desenvolvimento podem ser entendidos como um processo único — e contínuo. Sendo assim, podemos dizer que é possível tomar decisões de planos de desenvolvimento com base na avaliação de desempenho.

No que diz respeito aos resultados, os gestores conseguirão entender quais desafios o colaborador ainda precisa vencer. Já sobre o comportamento, será possível enxergar as características que a pessoa precisa melhorar. Ao cruzar essas informações com um relatório de agilidade de aprendizagem, os responsáveis verão com muito mais clareza o aspecto de aprendizado que potencializa tudo isso e o que precisará de um pouco mais de trabalho.

Características do Learning Agility em líderes de sucesso

Um líder que apresentar características estimuladas pela agilidade de aprendizagem, além de contar com inteligência emocional, superará a concorrência no quesito de crescimento de receita. A seguir, listamos algumas dessas características.

Curiosidade

Um bom líder precisa ter diversas habilidades que envolvam a consciência total do que acontece dentro de suas equipes. Não basta saber sobre as situações que ocorrem na empresa, é preciso encará-las com bastante curiosidade para que, assim, seja possível investigar todas as oportunidades que estão presentes em um contexto específico.

Uma das técnicas mais utilizadas que fazem parte do learning agility em líderes de sucesso é a curiosidade inteligente. Ela é efetiva ao unir foco, elaboração de estratégias, intenção e direcionamento. Ao colocá-la em prática, o líder demonstra interesse genuíno ao que está à frente ao mesmo tempo em que presta atenção ao que acontece nos arredores.

Adaptabilidade

Mais do que nunca, o mercado está pedindo por líderes adaptáveis e flexíveis em suas tomadas de decisões, tanto para aprender com os outros quanto para serem capazes de adaptar seus planos às mudanças e circunstâncias do momento. Os líderes que desenvolvem a capacidade de mudar quando é necessário conseguem se adaptar mais rapidamente aos novos cenários que surgem quase diariamente.

Foco em resultado

Um líder focado em resultados não visa somente alcançar o objetivo a qualquer custo, mas pensa nas melhores formas de chegar até ele. Além do alcance das metas, esse tipo de liderança motiva os funcionários, o que reduz a rotatividade.

Capacidade analítica

Um perfil mais analítico é essencial para um líder. Isso porque, é preciso saber coletar, compreender e analisar todos os dados para conseguir tomar decisões mais embasadas. Com isso, você e toda a empresa consegue aproveitar as oportunidades que o mercado oferece sem desperdiçar nenhuma.

Como você pôde perceber, o learning agility é um conceito que veio para ficar nesse novo mundo dinâmico e inovador. Empresas que querem ser competitivas precisam contar com treinamentos que utilizem essa metodologia e ter colaboradores com essa habilidade. Só assim é possível se destacar e garantir resultados extraordinários em um mercado cada vez mais instável e competitivo.

Gostou do que leu neste texto? Então compartilhe-o agora mesmo em suas redes sociais para que seus familiares e amigos também possam se beneficiar dessas informações!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.