Bem Estar

4 benefícios da flexibilidade no ambiente de trabalho

Equipe Aspectum
26/11/2021
4 benefícios da flexibilidade no ambiente de trabalho

A flexibilidade no ambiente de trabalho é uma característica almejada por muitos, mas conquistada por poucos. Afinal, quais são os benefícios de desenvolver essa abordagem e por que as empresas estão demorando tanto para se adaptar a isso?

A pandemia veio com tudo e, com ela, a (quase) obrigatoriedade de se adaptar a condições de trabalho possíveis e seguras para os colaboradores, tendo a flexibilização das atividades como uma consequência. Apesar de muitos gestores terem percebido certa dificuldade com esse processo, grande parte deles já está preparada para colher os benefícios dessa mudança.

Agora chegou a hora de você descobrir quais são eles!

O que é flexibilidade no ambiente de trabalho?

A flexibilidade no ambiente de trabalho pode ser definida como a liberdade e a autonomia que alguns colaboradores têm na empresa. Ela é muito comum em cargos estratégicos e de liderança, mas ainda pouco difundida entre as funções mais operacionais.

Basicamente, para que a flexibilidade no ambiente de trabalho seja possível, é preciso que um gestor tenha plena confiança no seu time. Em contrapartida, a equipe precisa ser madura e responsável o suficiente para assumir essa condição.

Quando você flexibiliza um setor, você dá a ele condições de tomar mais decisões de forma autônoma, incluindo a sua autogestão em diversos momentos. Por isso, se os colaboradores não estiverem preparados para exercer esse direito com responsabilidade, poderão comprometer o desempenho de toda a empresa.

Quais são os benefícios da flexibilidade no ambiente de trabalho?

Como você viu, adotar a flexibilidade no ambiente de trabalho sem a preparação correta pode ser desastroso. Em contrapartida, quando as pessoas são bem preparadas para essa transição, diversos benefícios podem ser colhidos, como os que você verá a seguir.

1. Melhora a qualidade de vida dos colaboradores

Quando você trabalha com mais flexibilidade, pode decidir quais são os melhores momentos para executar suas tarefas. É claro que existe um cronograma a ser seguido e que todos dependem do seu cumprimento, mas cada profissional conta com os seus próprios picos de produtividade e, quando eles têm a oportunidade de aproveitá-los, podem se tornar ainda mais produtivos.

2. Promove a lealdade e a consciência

Quando os colaboradores percebem que a empresa confia na sua capacidade e habilidade de se autogerenciar em algumas situações, eles se sentem encorajados. Isso aumenta a lealdade com o time e com o negócio e também expande a consciência quanto à sua importância para os fluxos de trabalho.

3. Melhora o clima organizacional

A flexibilidade no ambiente de trabalho tem um forte impacto no clima organizacional, aliviando a tensão promovida pelo excesso de pressão por entregas e resultados. Em geral, as pessoas tendem a trabalhar melhor quando o fazem de maneira livre e mais relaxada.

4. Contribui para a redução de custos

Como têm liberdade para fazer os seus próprios horários, os profissionais aproveitam melhor o tempo trabalhado. Em vez de cumprir 8 horas diárias na empresa, que podem envolver procrastinação, cansaço e esgotamento mental, eles podem aproveitar 6 horas bem produzidas, de qualquer outro lugar, como uma cafeteria ou de casa, gerando uma significativa economia de recursos.

Como desenvolver a flexibilidade no ambiente de trabalho?

Agora que você já entende o quanto a flexibilidade no ambiente de trabalho pode ser benéfica, é importante saber que, para implementar essa abordagem, você precisará identificar qual é o melhor modelo de flexibilização para o seu caso. Você pode escolher entre um modelo:

  • fixo variável: permitindo que o funcionário flexibilize suas atividades nas dependências da empresa;
  • variável: possibilitando o trabalho presencial ou remoto, com horários variáveis e assim por diante;
  • livre: adotando um sistema totalmente livre, em que o profissional trabalha quando quer, de onde quer.

É relevante salientar que, nesses casos, não importa quanto tempo o funcionário trabalhe, desde que entregue resultados satisfatórios. Para isso, é preciso reunir a equipe, explicar o que será feito, o porquê da mudança, seus benefícios e o que é ou não permitido.

A flexibilização é uma tendência crescente, por isso, quem se adaptar mais rapidamente a ela colherá as vantagens quanto antes.

Agora que você já sabe quais são os benefícios da flexibilidade no ambiente de trabalho, conheça os tipos e pilares da confiança no ambiente de trabalho!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.