Carreira

Saiba o que é glossofobia e como ela pode prejudicar a sua carreira

A glossofobia é conhecida como o medo exagerado de falar em público, que pode afetar a vida do indivíduo de forma que ele não consiga apresentar um trabalho, executar uma palestra para os seus colaboradores etc. Isso acontece porque o medo e receio é tão grande que a pessoa fica paralisada. Por isso, é importante identificar a existência dessa doença para que consiga tratá-la da melhor forma possível, evitando que tenha prejuízos na sua carreira. 

Quer entender melhor sobre a glossofobia e como ela pode prejudicar a sua carreira? Então, continue a leitura do artigo! Vamos lá?

Quais os sintomas da glossofobia?

Para identificar a glossofobia é preciso prestar atenção aos sintomas da doença, que costumam surgir durante um momento de temor da pessoa, em casos que ela precisa falar em público, ou só no fato de pensar em palestrar para muita gente. Os sintomas mais comuns são:

  • medo de palco;
  • boca seca;
  • vômitos ou náuseas, em casos extremos;
  • voz trêmula, tensa ou fraca;
  • rigidez nos músculos das costas e do pescoço;
  • ataque de pânico, com tremores no corpo e transpiração excessiva;
  • taquicardia.

Outros sintomas perceptíveis são dificuldade para respirar, ansiedade intensa, aumento da frequência cardíaca e pressão arterial. Além disso, é comum que o profissional repita “ahs” e “hums” e faça pausas em excessos. Já no corpo é percebido que o indivíduo bate o pé várias vezes na hora da fala, evita o contato visual e tem tiques nas mãos.  

Quais as causas?

Há situações em que a glossofobia surge sem causa aparente. Contudo, em grande parte dos casos, a patologia está relacionada a problemas e traumas que se iniciam na infância e na vida adulta. Outros pontos podem estar relacionados ao surgimento dos sintomas, como baixa autoestima, sentimento negativo sobre si, constrangimento, medo da rejeição, entre outros.   

Assim, os principais fatores das causas da glossofobia são: 

  • ambientes;
  • genéticos;
  • biológicos;
  • emocionais;
  • psicológicos.

Qual o tratamento?

Para que consiga ministrar uma palestra ou até mesmo fazer uma reunião com todos os funcionários sem deixar que o medo tome conta é preciso tratar a glossofobia corretamente. Isso significa que é necessário buscar um acompanhamento profissional, para que sejam feitas terapias específicas. 

Além disso, os cursos de comunicação, liderança e oratória podem ajudar você a superar as fobias e ter mais confiança em si. O que permite sentir menos incômodo com esse tipo de exposição. 

Portanto, para viver livre na glossofobia é preciso identificar os sintomas quando eles surgem, como voz trêmula, ansiedade, ataque de pânico, taquicardia, náuseas e boca seca. A partir disso, fica mais fácil buscar o tratamento apropriado, para que se consiga ter uma vida mais tranquila, controlando o medo na hora de falar em público.

Além disso, você consegue evitar prejuízos no ambiente profissional, que o fazem não conseguir transmitir a mensagem diante do palco, resultando em uma baixa autoestima e maior dificuldade de encarar os colegas de trabalho.

Gostou do texto que elaboramos para você? Então, não deixe de assinar nossa newsletter para adquirir mais conhecimentos que sejam do seu interesse.

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.