Performance

Mindset de crescimento: guia completo para desenvolvê-lo

Já pensou em poder reprogramar a sua mente para se tornar mais resiliente ou focada naquilo que realmente importa para o seu desenvolvimento?

Esse método existe e se chama mindset de crescimento, que nada mais é que uma forma de aprimorar a inteligência humana de forma intencional.

A abordagem foi apresentada pela primeira vez pela professora e pesquisadora americana Carol S. Dweck. Em seus estudos, ela analisou o modo como diversas crianças lidavam com os desafios apresentados, tais como quebra-cabeças complexos e assim por diante. Aquelas que apresentavam maior habilidade para não se deixar abater eram consideradas as com mindset de crescimento. Até por isso, esse conteúdo é conhecida como "A Nova Psicologia do Sucesso". Mas, o que é sucesso? O que é fracasso? Qual a relação entre liderança e o mindset fixo? Existem mindsets organizacionais?

Capa Livro Mindset Editora Objetiva

No decorrer deste conteúdo, você vai conferir todas as informações de que precisa para entender o mindset de crescimento, sua importância, como desenvolvê-lo no time e muito mais. Então, vamos logo ao que interessa? Aproveite a leitura!

1. O que é mindset?

Mindset é a palavra utilizada para se referir à mentalidade adotada por uma pessoa. Mas não é só isso. A atitude mental de alguém tem ligação direta com suas crenças e valores, além de impactar o modo como ele percebe sua realidade. É claro que isso mexe com o seu comportamento e, consequentemente, com os resultados que ele obtém.

O que isso significa? Que se uma pessoa acredita que um fracasso é um sinal de que ela nunca será boa em algo, ela ficará presa a isso. Já se ela encara a situação como uma oportunidade de aprender, melhorar e superar os seus limites, assim ela o fará.

Portanto, podemos dizer que a mentalidade de uma pessoa pode ser diretamente favorável ou desfavorável ao seu crescimento.

2. Qual a diferença entre mindset fixo e de crescimento (progressivo)?

Você já parou para pensar no que faz uma pessoa buscar a melhoria constante enquanto outra passa a vida estagnada? Repare bem no comportamento das crianças: elas não questionam sua capacidade de aprender coisas novas, elas apenas se sentem curiosas e se jogam a esses novos conhecimentos.

À medida que vamos crescendo e amadurecendo com os episódios pelos quais passamos durante nossas jornadas, podemos acabar nos atendo mais a uma mentalidade fixa ou a uma de crescimento — ou a criança interior continua no comando, ou ela sai de cena.

Enquanto adulto, você sente que errar tem um preço alto demais? Você experimenta uma sensação de medo paralisante quando precisa se jogar em uma tarefa ou projeto que exige ousadia? Talvez você se identifique com essas situações e elas são típicas do mindset fixo, em que "mais vale um pássaro na mão do que dois voando".

O mindset fixo é aquele voltado para as habilidades já existentes em um profissional. Por isso, a partir dele, ou você é bom em algo, de forma inata, ou nunca será. As capacidades profissionais de uma pessoa ocorrem quase que como um dom, com o qual você já nasce ou que jamais será o seu.

O mindset de crescimento caracteriza-se por ser aquele adotado quando realmente conseguimos nos convencer de que as nossas habilidades e potencialidades podem ser constantemente desenvolvidas para chegar à sua melhor versão. Diferentemente do mindset fixo, ele não é focado naquelas capacidades já existentes, mas também nas que podem vir a existir.

Frente a isso, você já conseguiu identificar se o seu mindset é fixo ou de crescimento? E o do seu time? A boa nova é que independentemente do tipo de mentalidade adotada hoje, o mindset de crescimento pode ser desenvolvido, especialmente para líderes e gestores.

3. Como saber qual domina a mente dos colaboradores?

Acreditar que alguém tem apenas o mindset de crescimento ou só o fixo é um verdadeiro equívoco. Na realidade, todos oscilamos entre essas duas mentalidades e, em ambos os casos, eles podem ser úteis, para circunstâncias distintas.

Um mindset fixo é muito útil para situações que exigem foco total, segurança e precisão. Enquanto o de crescimento é imprescindível para galgar novos passos, abraçar projetos audaciosos e, é claro, aprender com as falhas e erros.

Agora que você já tem um conhecimento maior sobre mindset, chegou o momento de entender como identificar qual deles domina a mente dos colaboradores do seu time. Vamos lá?

4. Qual a importância do mindset de crescimento?

A vida sempre vai apresentar desafios, seja na empresa ou fora dela. A existência de novos projetos, metas e oportunidades pode, e, provavelmente, apresentará riscos. A pessoa que não estiver preparada para encará-los e tirar o melhor deles, não cresce.

Autora Carol Dweck

É justamente em meio às adversidades e às falhas que um profissional com mindset de crescimento consegue avaliar quais são as suas fragilidades. Ao contrário do que parece, isso não é algo ruim, mas, sim, maravilhoso, porque agora ele pode trabalhar para aprimorar esses aspectos, se tornando muito mais forte do que antes.

O mindset de crescimento também é fundamental para que um profissional se coloque em um espaço de comprometimento com a própria ascensão. Isso ajuda uma pessoa a aspirar novos cargos, se empenhar e aceitar que haverá contratempos no caminho.

Dessa forma, quando elas tentam e falham, não se desmotivam. Pelo contrário, encontram uma forma a menos de errar, ajustam as velas e se lançam de novo, agora com mais experiência, aprendizado e segurança.

5. Como realizar mudança de mindset e desenvolver o mindset de campeão?

Desenvolver um mindset de crescimento no seu time é algo perfeitamente realizável. Para facilitar ainda mais a sua missão, nós elencamos algumas dicas que vão tornar essa tarefa ainda mais viável. Quer conferir? Então, vamos lá!

Seja você o exemplo

O primeiro passo é você adotar pessoalmente o mindset de crescimento, ou seja, ensinar pelo exemplo. Com uma liderança transformadora, as pessoas se inspiram e se espelham em você. Por isso, é preciso abrir caminho para que os seus liderados encontrem em você uma referência concisa de como agir.

Antes de falar sobre aquilo que você espera da sua equipe, torne-se a melhor pessoa em executar aquilo. Do contrário, você não terá moral para exigir que eles mesmos se posicionem dessa maneira. Portanto, não tenha medo de assumir riscos, aprender com seus erros, investir em conhecimento e dar a volta por cima quantas vezes forem necessárias.

Fale dos benefícios de focar no crescimento

As pessoas não estão necessariamente conectadas com o que você está pedindo que elas façam, mas, sim, com os benefícios que podem obter com aquilo. Portanto, dê a elas o que precisam: motivos, razões e vantagens efetivas de encararem os obstáculos com essa mentalidade de crescimento.

Muitas vezes, será preciso explicar justamente que quanto mais as pessoas crescem, mais oportunidades elas encontram pelo caminho, mais elas se aprimoram, mais fortes, potentes e competentes se tornam. Em alguns casos, é preciso frisar que não é apenas a empresa que se beneficiará disso.

Ofereça oportunidades reais de crescimento

Não adianta falar sobre a importância de adotar um mindset de crescimento se você não proporciona oportunidades reais para o seu time. E o que seriam essas oportunidades? O suporte para o aprendizado, as mentorias, um programa bem-estruturado de treinamento e desenvolvimento.

Esse também é um modo de mostrar que você acredita no potencial da equipe e que quer vê-la crescendo. Hoje, é cada vez mais fácil criar esses canais de capacitação e proporcionar vivências ricas para todos, mesmo dentro do ambiente corporativo, seja por meio da gamificação, dos programas EAD ou da cooperação entre pares.

Mostre a mudança como algo positivo

Muitas pessoas associam um mindset de crescimento à necessidade de assumir mudanças, o que pode ser associado a algo difícil e até chato. Ajude sua equipe a superar essa visão, afinal, ela é o exato oposto do que você deseja.

Mostre que a mudança é algo inevitável, mas que, mesmo assim, cada um pode torná-la um processo positivo e muito construtivo, até agradável de ser encarado. Abraçar coisas novas pode ser um verdadeiro abrir de portas para oportunidade inimagináveis.

Ajude a aprender com os erros

Você pode ser o maior facilitador do aprendizado da sua equipe. Para isso, não espere que eles passem por isso e superem os desafios sozinhos. Seja o apoio que eles precisam para tirar as melhores lições das situações que se apresentam.

Um mindset de crescimento não garante imunidade aos erros, pelo contrário. No entanto, pode ser que, principalmente no início, seja um pouco difícil para os colaboradores identificarem o gargalo. Mas você, com a sua experiência, pode ser a ponte entre o erro e o acerto.

6. Como entregar novos desafios à equipe?

Crescimento é uma coisa que não combina com mesmice. Um profissional que se desenvolve aprende novos conceitos e técnicas e se aperfeiçoa não consegue se manter motivado caso não haja desafios que o levem a se testar. É por isso que você precisa estar atento para entregar metas que sejam realmente estimulantes.

Dessa forma, ter tarefas complexas é um bom começo. Mas essa não é a única forma. Você pode tornar a tentativa de erro e acerto muito mais divertida e atrativa.

Considere realizar a gamificação das tarefas. Para isso, atribua elementos lúdicos às atividades, desenvolva jogos, torne-as mais interessantes e animadoras. Mais do que definir uma meta difícil, defina uma meta gostosa de ser cumprida.

Não se esqueça de formatar essas metas de acordo com o método SMART, o que as tornará:

  • específicas;
  • mensuráveis;
  • relevantes;
  • alcançáveis;
  • com prazos definidos.

Assim, além de se sentir desafiada, a equipe terá clareza sobre o que precisa ser feito.

Se tirar aquela carga de cima dos erros, como se eles sempre custassem muito para a empresa, você tira boa parte do medo dos colaboradores também. Caso você realmente acredite que errar custa muito, experimente permanecer estagnado ao longo dos anos para ver o que isso representará no faturamento do seu negócio.

Em um mercado dinâmico e cheio de inovações, quem não estiver disposto a mudar e a se adaptar simplesmente não sobrevive. Por isso é que a mentalidade de aprendiz do "erre rápido, corrija rápido" funciona muito bem.

Enquanto a sua concorrência segue com medo de cometer falhas e tentar algo novo, você está colocando ideias em prática, ajustando detalhes e se aproximando cada vez mais do acerto. Thomas Edison erros centenas de vezes antes de conseguir desenvolver a lâmpada incandescente. Ele poderia facilmente ter desistido de tentar, mas, em vez disso, se sentia cada vez mais motivado.

Por que você acha que isso aconteceu? Porque Thomas não encarava seus erros como erros. Em outras palavras, ele não havia falhado ao tentar criar a lâmpada incandescente. Na verdade, havia acertado ao descobrir centenas de modos de não fazê-la.

Por isso, cada vez que ele tentava novamente realizar um ajuste, já era indiretamente um acerto, afinal de contas, ele já sabia em quais pontos não erraria novamente. Esse é um mindset de crescimento, em que você não se desanima pelo que sai dos eixos, pelo contrário, usa isso a seu favor.

O que muita gente não sabe é que esse tipo de mentalidade pode ser influenciada pelo meio em que a pessoa está. E é por isso que você, como líder, deve criar um ambiente favorável para esse tipo de mindset e, consequentemente, de comportamento.

Apoiar uma mentalidade de crescimento é algo que envolve muitos aspectos. Além da motivação no dia a dia, dando apoio moral à execução de novas ideias, é importante que você invista na qualificação da equipe, que dê o suporte necessário com o seu conhecimento e experiência e também disponha de recursos financeiros para aquilo que for necessário.

É claro que isso não deve ser feito como se fosse uma brincadeira de criança. Não é porque a empresa é a favor de um mindset de crescimento que todos chegarão implementando suas ideias livremente sem qualquer responsabilidade em fazê-las dar certo.

Quando um novo projeto é implementado, o responsável por ele deve ter em mente que a sua missão é fazê-lo funcionar. Para isso, ele sabe que desistir no meio do caminho é uma opção muito remota, ou seja, que ele terá que se empenhar em encontrar meios para que funcione.

Isso pode ser estabelecido por meio de metas ou outros estímulos menores. Nessas possibilidades entram as bonificações, premiações e assim por diante. Esses podem ser fatores bem motivacionais (além do conhecimento adquirido, é claro).

7. Como fazer um exercício prático?

Não tem outro exercício prático melhor para desenvolver um mindset de crescimento do que colocar suas ideias em prática. Superar o medo de errar e ir para campo, ver o que acontece se você sair da teoria é a melhor forma de testar seus aprendizados.

É claro que, para isso, você já precisa ir preparado para a falha, para a autoavaliação de desempenho e para a correção dos seus erros. O mesmo vale para a sua equipe.

Suponhamos que um colaborador chegou até você com uma ideia para renovar ou reinventar um processo. Como líder, seu dever é estimular que ele implemente sua proposta e se comprometa em fazê-la dar certo. Para isso, ajude-o a traçar um plano, destine uma quantidade de recursos e dê todo o suporte possível.

A partir de então, deixe a implementação rolar e, caso a falha ocorra, parta para a próxima etapa. Ela existe justamente para identificar o que foi, afinal, que deu errado. Quais são as melhorias que podem ser adotadas? O que pode ser feito diferente? Quais foram os gaps de competência que podem ser aprimorados? Que outros recursos ou habilidades são necessários?

Repita incansavelmente para o seu time, em todas as oportunidades, que é preciso errar rápido, para corrigir rápido e chegar ao resultado desejado quanto antes. Isso deve ser um norteador para o time. Dessa forma, eles perderão o medo da falha e se concentrarão na correção dela, ou seja, deixarão o mindset fixo para trás para incorporar o mindset de crescimento.

Se quiser experimentar outra abordagem, use os exemplos como uma forma de mostrar que mesmo os grandes mestres começaram errando. Na verdade, inspirar-se em pessoas reais é uma das melhores formas de desenvolver um mindset de crescimento.

Isso ocorre, basicamente, porque não existe ninguém que alcançou o sucesso sem ter cometido falhas. Se essas pessoas recomeçaram e retomaram sua trajetória, qualquer outra também pode. Isso foi válido para Albert Einstein, J.K. Rowling e até mesmo Michael Jordan, por que não funcionaria com os membros da sua equipe?

Einstein foi expulso da escola por não conseguir falar fluentemente, além de ter sido reprovado em algumas disciplinas. J.K. Rowling ouviu centenas de nãos quando começou a tentar vender o que hoje é uma potência entre os best-sellers, os livros da saga Harry Potter. E Michael Jordan, o maior jogador da NBA, fala abertamente sobre as inúmeras derrotas e cestas perdidas ao longo da sua vida, que o fizeram chegar onde chegou.

8. Como uma empresa especializada pode ajudar?

Contar com a ajuda de uma empresa especializada e com conhecimento no assunto pode fazer toda a diferença. É interessantíssimo ter ao seu lado instituições com experiência no assunto, que já implementaram esse tipo de mentalidade em negócios das mais diversas áreas de atuação.

Com isso, você pode ter certeza que o referencial prático que essas equipes trazem é bastante enriquecido. Sua bagagem vai se formando à medida em que combinam diferentes implementações, com equipes de perfis e mentalidades distintas e desafios que são únicos.

Dessa maneira, quando chegam à sua empresa, à sua equipe, têm um arsenal muito maior de ferramentas e dinâmicas que realmente recrutem os posicionamentos certos em determinados momentos. Esse é um apoio primordial, especialmente se você não tem vivência no desenvolvimento de liderados em relação à parte comportamental.

Quem trabalha diretamente com o desenvolvimento de um mindset de crescimento sabe exatamente quais são os caminhos que precisarão ser trilhados. Se você observar, por exemplo, será necessário aprimorar algumas habilidades da equipe antes mesmo de dar a ela espaço para sair colocando em prática suas ideias. Características como:

  • produtividade;
  • autoconfiança;
  • alta performance;
  • comprometimento;
  • autorresponsabilidade;
  • resiliência.

Não dá para implementar um mindset de crescimento e esperar que o líder precise ficar em cima dos colaboradores cobrando resultados o tempo todo, por exemplo. Cada um deve saber exatamente qual é o seu papel e o que é esperado dele.

A preparação da liderança também é algo primordial. Lidar com um líder de mentalidade fixa não vai ajudar em nada a equipe. Por isso, uma empresa especializada pode contribuir, inclusive, preparando primeiro as lideranças, para depois seguir para as equipes.

Agora você já conhece as principais informações acerca do mindset de crescimento, como ele funciona e de que maneiras pode transformar qualquer empresa e, é claro, qualquer profissional. No entanto, esteja ciente de que desenvolver e implementar esse tipo de mentalidade na empresa é um processo, que precisa ser construído e leva tempo para isso.

O primeiro e mais importante passo você já deu, que é ter aberto os olhos para essa possibilidade. Com as informações que você acabou de conferir, você já sabe como identificar a mentalidade da sua equipe e a sua. Dessa maneira, fica mais fácil entender o que precisa ser trabalhado para ter um mindset de crescimento.

Trata-se de um trabalho contínuo e, de certa forma, interminável, já que novos colaboradores sempre chegarão. Além disso, é claro que muitos riscos e erros estarão presentes na jornada dos negócios, e cada um deles é uma oportunidade de fortalecer essa mentalidade.

A partir daqui, a sua visão sobre os erros deve ser outra. Abandone aquela sensação de que é ruim ou prejudicial errar. Passe a encarar essas pequenas falhas como grandes oportunidades de se desenvolver, de melhorar e de encontrar novos caminhos em meio às adversidades. O otimismo com o qual você vai para cima dos desafios é o que definirá quão prazeroso será enfrentá-los (e superá-los).

A repetição de erros simples é algo ao que você pode ir dando adeus assim que começar a implementar essa nova abordagem. E, a partir desse momento, você tem o conhecimento necessário para começar a adotar os primeiros passos.

Que tal contar com uma ajuda especializada para implementar o mindset de crescimento na sua empresa? Então, não perca mais tempo e converse conosco agora mesmo! Temos soluções personalizadas para as suas necessidades.

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.