Bem Estar

5 Melhores ações para saúde mental no trabalho

5 Melhores ações para saúde mental no trabalho

O dia a dia de trabalho pode afetar seriamente a saúde mental dos colaboradores. A quantidade de tarefas e os prazos apertados são apenas dois exemplos que agravam — ou até mesmo causam — quadros como a depressão e o transtorno de ansiedade, entre outras questões. As organizações devem se atentar a essas questões e criar ações eficientes de cuidado, prevenção e tratamento.

Porém, um ponto muito importante é que além de ajudar os funcionários em suas vidas e saúde a nível pessoal individual de cada um, o compromisso com o ser humano integral afeta diretamente os resultados dos negócios. Colaboradores e pessoas saudáveis criam um melhor clima organizacional e passam a adotar rotinas mais agradáveis, fluidas e alinhadas entre si. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura deste post e confira as nossas dicas!

1. Desenvolvimento de programas de saúde mental 

Um programa de saúde mental envolve ações de prevenção, identificação, apoio e tratamento. É preciso tornar o local e as atividades de trabalho favoráveis ao bem-estar e à qualidade de vida dos colaboradores, com políticas voltadas para a saúde, a segurança, o respeito e a integridade de todos.

É importante analisar o cenário atual da empresa e as necessidades dos funcionários, identificando os cuidados e as demandas mais urgentes. Mesmo com boas condições de trabalho, deve-se sempre falar de saúde mental e prestar atenção nos colaboradores.

Ofereça a ajuda e o apoio necessários, sem descartar os casos mais agravados. Essa é uma responsabilidade da empresa que pode ter resultados positivos relacionados à sua imagem no mercado.

2. Incentivo ao relaxamento e à boa convivência

O descanso do trabalho e a convivência com colegas também fazem diferença para a saúde mental. Existem várias ações que objetivam o relaxamento e a promoção de interação, desde as salas de descanso até a organização de grupos para meditar ou praticar atividades físicas. 

A escolha deve ser feita pensando nas condições da empresa e no interesse dos funcionários. A intenção não é forçar ou parecer obrigatório, mas promover o bem-estar. Faça pesquisas internas e descubra o que mais combina com a sua equipe, respeitando a decisão de cada um quanto à participação.

3. Incentivo a uma comunicação adequada

Se líderes e gestores demonstram autoritarismo, por exemplo, criam-se relações tóxicas, e a saúde mental de todos é afetada. A comunicação na empresa deve ser saudável e respeitosa. O funcionário deve se sentir à vontade para trazer suas questões e, se necessário, combinar um momento para falar em particular. 

Treinamentos e capacitações podem ser de grande auxílio, abordando a comunicação saudável e a melhor forma de dar feedbacks, por exemplo. Nem sempre a liderança, a gestão e a direção têm conhecimento desses assuntos, mas eles podem ser aprendidos. Vale lembrar que a carga emocional para esses profissionais é enorme, sendo fundamental valorizar, também, a saúde mental deles.

4. Oferecimento de benefícios e incentivos 

Os benefícios podem ser mais uma fonte de auxílio e cuidado com a saúde mental. Ofereça um plano de saúde que contemple a psicoterapia ou forneça esse serviço na empresa, contratando psicólogos capacitados para isso.

Promova conhecimentos sobre essa prática e sobre os seus benefícios, que vão desde o autoconhecimento até o cuidado de transtornos mentais. A terapia ainda pode ser alvo de preconceitos, ou mesmo não ser realizada por falta de tempo ou de recursos financeiros. Assim, é importante facilitar o acesso e criar ações de informação e conscientização.

5. Criação de um ambiente corporativo saudável

Para além das dicas já mencionadas, é importante oferecer condições adequadas de ergonomia e garantir a integridade física, por exemplo — inclusive, porque tudo está ligado ao nosso emocional. Também é necessário organizar bem as tarefas e separar um tempo adequado para cada uma — para que sejam realizadas com tranquilidade e não haja sobrecarga. 

É importante que os cuidados com a saúde mental integrem a cultura da empresa, assim como o bem-estar dos profissionais. Quando isso acontece, os resultados melhoram tanto para os funcionários quanto para o negócio.

Essas são as nossas dicas para promover a saúde mental dos colaboradores! Lembre-se, por fim, de acompanhar a eficácia das ações periodicamente. Aplique pesquisas e peça a opinião do seu time, identificando melhorias e pontos que estão indo bem.

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.