Cultura Organizacional

O que é job rotation? Confira 5 benefícios dessa estratégia

Equipe Aspectum
26/11/2021
O que é job rotation? Confira 5 benefícios dessa estratégia

Um tempo atrás, era comum encontrar um colaborador que soubesse fazer qualquer coisa dentro da empresa. Hoje, no entanto, a especialização se tornou mais importante do que qualquer outra estratégia. Se você tirar uma pessoa de uma função e colocar em outra, é provável que ela não saiba como se virar ali, ainda que tenha 10 anos de casa.

Frente a isso, os gestores tiveram que redescobrir a importância dos conhecimentos gerais sobre o empreendimento, entendendo o que é job rotation. Agora, você também terá a oportunidade de saber mais sobre essa abordagem. Confira!

O que é o job rotation?

O job rotation nada mais é do que uma estratégia de aprimoramento profissional, adotada por organizações que querem alcançar o melhor potencial e aproveitamento de suas equipes no ambiente de trabalho. Ela serve, basicamente, para preparar um talento para trabalhar em qualquer função na organização.

Em tradução literal, isso significa uma rotação de trabalho, o que pode ser expresso como um rodízio entre funcionários que trabalham em diferentes funções. Isso significa que, se um profissional foi contratado para trabalhar no operacional, amanhã pode estar exercendo uma atividade estratégica, e vice-versa.

Essa é uma estratégia importantíssima para que as pessoas percebam o valor do seu trabalho para o empreendimento e para que valorizem o que é realizado pelos colegas. Além, é claro, de ampliar a visão sobre o negócio e aumentar os conhecimentos dos colaboradores.

Quais são os benefícios dessa estratégia?

Essa tática é extremamente benéfica quando bem empregada na empresa. A seguir, você entenderá o porquê.

1. Desenvolvimento dos colaboradores

Todo mundo tem a oportunidade de se desenvolver igualmente, tendo que realizar diferentes tarefas, funções e cumprir diversas exigências. Um colaborador que, inicialmente, trabalhava colocando a mão na massa, terá a oportunidade de propor ideias e resolver problemas, enquanto um mais estratégico vai aprender a "apertar parafusos".

2. Formação de funcionários mais completos

Ao contrário da ideia de especialização, que torna uma pessoa expert em determinado assunto e, muitas vezes, leiga em todo o resto, o job rotation permite que os profissionais se desenvolvam por completo. Assim, um líder não ignora as necessidades do chão de fábrica e sabe exatamente quais são as dores de cada setor, por exemplo.

3. Aumento da produtividade

Como todo mundo amplia a sua visão sobre o negócio, as pessoas passam a ficar mais conscientes sobre a relevância de um trabalho bem feito. Isso aumenta a motivação, a dedicação e a produtividade dos colaboradores.

4. Mais retenção dos talentos

As pessoas gostam de aprender — isso é algo natural do ser humano. Quando são colocadas à prova com novos desafios, elas se sentem ainda mais motivadas a continuar executando seu trabalho. Isso contribui para a valorização de cada função e para a retenção de talentos.

5. Qualificação das relações de trabalho

A empresa passa a contar com um clima mais amistoso e de colaboração quando o job rotation é implementado. Isso acontece porque é muito simples criticar um trabalho que você não conhece, mas quando você entra em contato com ele e enfrenta os desafios de perto, valoriza quem realmente sabe desenvolver aquela tarefa.

Como a empresa pode implementar o job rotation?

Implementar o job rotation não precisa ser algo complicado, mas o RH deve estar alinhado com os gestores e até mesmo com os funcionários para executar um plano ideal e funcional. É preciso eleger uma rota construtiva, para que os colaboradores "cresçam" nas atividades, ainda que a rotação aconteça no período de uma semana.

Sugerimos que alguns passos sejam seguidos:

  • avalie as competências da sua equipe e saiba o que os colaboradores precisam para desenvolver determinadas funções fora da sua área de domínio;
  • desenvolva um processo lógico, pelo qual os colaboradores possam transacionar sem pular etapas;
  • analise os resultados e faça um levantamento dos ganhos com a nova prática implementada, realizando ajustes sempre que necessário.

Ao final dessa experiência, você perceberá equipes mais motivadas e cheias de ideias, além de uma série de sugestões de melhorias nos mais diversos aspectos. Esse é um arsenal riquíssimo para a melhoria contínua do negócio.

Agora que você já entendeu o que é job rotation e como ele funciona, que tal continuar aprofundando seus conhecimentos? Descubra quem é o analista de treinamento e veja 7 das principais funções desse profissional!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.