Performance

Avaliação 360 graus: o que é, métodos, desafios e vantagens para RH's

Avaliação 360 graus: o que é, métodos, desafios e vantagens para RH's

Profissionais de RH sabem como é importante trabalhar com indicadores e avaliações confiáveis ao longo do tempo. Afinal, é essencial que se tenha consciência sobre o desenvolvimento e evolução de um time ou grupo de colaboradores ao longo do tempo, assim como compreender se o desempenho está adequado ou abaixo ao que é esperado, com lacunas para serem desenvolvidas.

É aí que a avaliação 360 graus entra como uma ferramenta que pode ser grande aliada da organização. Afinal, essa é uma das melhores metodologias para realizar a avaliação de desempenho de equipes, e serve como base para entender a performance de uma equipe e a transformação de pessoal ao longo do tempo.

Pretende compreender mais sobre as avaliações e em especial o assessment em 360 graus? Então, continue a leitura e confira este guia completo!

O que é avaliação de desempenho?

A avaliação 360 graus é um tipo de avaliação de desempenho que pode ser aplicada na empresa para entender se os colaboradores estão entregando os resultados desejados e como está a evolução deles ao longo do tempo. Mas, vamos dar um passo atrás e, antes de explicar o que é a avaliação 360 graus, esclarecer que é essencial que você tenha clareza sobre o que é a avaliação de desempenho e qual a sua importância para a empresa e colaboradores.

A avaliação de desempenho é uma metodologia utilizada para mensurar a performance do colaborador ao longo de determinado período de tempo dentro da empresa. Dessa forma, ela é usada para entender se ele está atingindo patamares desejados e, inclusive, se o desempenho evoluiu ao longo do tempo, como resultado de adaptação à organização ou treinamentos e capacitações já implementadas.

Existem diversas metodologias para realizar a avaliação de desempenho sendo que a maioria delas se baseia em questionários aplicados ao time. Esses questionários devem reunir características individuais do colaborador, como competências e habilidades que ele possui, assim como elementos relacionados à cultura da empresa e à atividade realizada por ele. Dessa forma, é possível mensurar o desempenho do profissional ao longo do tempo com base em elementos sólidos e nas necessidades das organizações e do time como um todo.

Qual a importância de avaliar as pessoas?

A avaliação de desempenho é extremamente importante para a gestão de pessoas dentro da empresa e a organização como um todo. Afinal, ela pode ser usada para monitorar o trabalho dos colaboradores e descobrir talentos dentro da empresa. Além disso, a avaliação de desempenho é um instrumento essencial para a gestão de desempenho como um todo na empresa. Ela é necessária para a criação do plano de desenvolvimento individual de cada um dos colaboradores e para auxiliar no caso da necessidade de qualquer ajuste em relação ao time.

Com isso, fica evidente que a avaliação de desempenho é um instrumento muito rico para embasar a tomada de decisão dentro da empresa, descobrir talentos e criar planos de ação para o desenvolvimento dos colaboradores ao longo do tempo. Uma das melhores metodologias para a realização da avaliação de desempenho é a avaliação 360 graus. Portanto, continue a leitura e veja, agora, como funciona esse processo.

O que é uma avaliação 360 graus?

Como você já sabe, a avaliação de desempenho é um processo essencial para o RH de uma empresa e a avaliação 360 graus é uma das melhores metodologias para isso. Afinal, ela valoriza o olhar coletivo para a avaliação dos colaboradores, permitindo que todos as pessoas que trabalham juntas emitam feedbacks e opiniões sobre a performance dos colegas, líderes e subordinados.

Para entender como funciona esse processo, é importante que você saiba que a avaliação 360 graus é um questionário acerca do desempenho do colaborador que é aplicado para todas as pessoas que trabalham com ele — incluindo líderes e colegas, assim como ele próprio. Dessa forma, ela permite a união de perspectivas diversas acerca do desempenho de cada um dos membros da empresa.

Portanto, imagine que você está aplicando a avaliação 360 graus para o gestor da área financeira da empresa. Esse profissional trabalha com seus 5 liderados, que fazem parte do setor de finanças da organização, assim como com todos os outros diretores, VPs e CEO da empresa. Dessa forma, a avaliação 360 graus desse profissional deve incluir as respostas de cada uma dessas pessoas. Também é necessário que exista um formulário para que ele próprio avalie seu próprio desempenho.

Após todas as respostas, um membro do RH, deve recolher esses dados e analisá-los, de forma a ter indicadores objetivos sobre o desempenho do colaborador. Também é importante comparar as respostas dos colegas com a dele próprio, de forma a identificar se a visão que ele tem da própria performance condiz com o que as pessoas ao redor avaliam.

Por fim, vale destacar que, assim como toda avaliação de desempenho, é importante que o RH dê um feedback completo para o colaborador sobre o processo. Isso ajuda ele a ter maior consciência sobre a própria performance e entender quais são os principais pontos de melhoria nos quais ele deve investir.

Quais as vantagens desse tipo de avaliação?

A avaliação de desempenho é extremamente importante, tanto para o colaborador quanto para o RH e a empresa como um todo. Isso porque ela fornece informações ricas e válidas sobre a performance de todos os colaboradores, abrindo portas para descobrir novos talentos e entender quais são os principais pontos de melhoria de cada membro do time.

Mas, para além das informações valiosas que esse tipo de avaliação pode trazer para a empresa, é importante destacar também que a avaliação de desempenho é essencial para abrir espaço para uma cultura de feedback na organização. Isso porque ela permite que todos os colaboradores emitam feedback sobre o trabalho de todos ao seu redor, incluindo os seus líderes.

Ou seja, a avaliação de desempenho permite que os colaboradores falem sobre os pontos positivos dos líderes e colegas, assim como elementos que incomodam e que percebem que poderia ser melhorado no trabalho de cada um deles. Além disso, esse processo também abre portas para que todos ganhem consciência sobre o que as pessoas ao redor pensam sobre o próprio desempenho e o que poderiam melhorar.

Ou seja, os profissionais se tornam mais empoderados, assumindo a responsabilidade pelo próprio crescimento e desenvolvimento na empresa ao longo do tempo. Eles conseguem visualizar, de forma objetiva, a distância entre o que acham sobre o próprio trabalho e a avaliação das pessoas ao redor, permitindo que eles alinhem expectativas com colegas e líderes e ajustem o comportamento para se adequar ao que é esperado de cada um deles.

Quais os benefícios da avaliação 360 graus?

A avaliação 360 graus traz uma série de benefícios para a organização. Veja agora quais são os principais deles e entenda o quão benéfica essa metodologia pode ser para a sua empresa!

Gera um resultado confiável

Quando se fala em avaliações na gestão de pessoas, um dos grandes problemas que os profissionais enfrentam é a confiabilidade dos dados. Afinal, parece que estamos falando de elementos muito subjetivos, difíceis de serem mensurados de maneira objetiva e confiável, não é mesmo?

Pois saiba que existem maneiras de aumentar a confiabilidade dos dados e, com isso, melhorar a qualidade das avaliações e essa é uma das propostas da avaliação 360 graus. Isso porque essa metodologia permite que você analise o desempenho dos colaboradores a partir de diversas perspectivas, cruzando essas informações para garantir resultados mais próximos à realidade.

Dessa forma, você reduz o viés das análises, de forma a obter uma avaliação de desempenho que reflete objetivamente a performance do time. Você pode tomar decisões com base nesses dados com maior tranquilidade, uma vez que eles são confiáveis.

Permite a redução de conflitos dentro da empresa

Os conflitos são um grande problema para as empresas. Afinal, eles interferem nos índices de rotatividade e produtividade do time, além de impactarem negativamente o clima organizacional e ambiente da empresa. Dessa forma, buscar meios de combatê-los é essencial para que você melhore o ambiente e o negócio como um todo. Pois saiba que a avaliação 360 graus pode ser uma grande aliada na hora de reduzir os conflitos, principalmente entre a liderança e os seus liderados.

Isso porque, muitas vezes, a avaliação de desempenho é um momento de grande tensão para o colaborador. Quando ela ocorre de forma unilateral, ou seja, apenas o líder avalia os colaboradores, eles sabem que a responsabilidade pelo resultado está nas mãos do gestor, o que pode trazer conflitos dependendo do resultado obtido. Além disso, o gestor pode se sentir inclinado a avaliar os colaboradores de uma forma que não condiz com a realidade para evitar esse tipo de situação.

Dessa forma, quando você investe na avaliação 360 graus, o resultado está na mão de todos. O colaborador tem mais consciência de que, se ele for negativo, a responsabilidade não é de apenas uma pessoa, o que significa que ele efetivamente precisa trabalhar para melhorar a sua performance. Além disso, abre espaço para que todos emitam opiniões, o que também contribui com a redução de fofocas e outros conflitos desse tipo dentro da empresa.

Embasa a criação de um plano de desenvolvimento individual (PDI)

Um dos elementos mais importantes para o desenvolvimento dos colaboradores é ter um plano próprio, no qual eles encontram as melhores estratégias e diretrizes para que se desenvolvam e cresçam dentro da empresa. Dessa forma, é importante contar com ferramentas de qualidade para garantir que o PDI será baseado em fatos e que os treinamentos estão efetivamente gerando resultados.

A avaliação 360 graus também entra como uma grande aliada nesse aspecto. Afinal, esse instrumento oferece insumos importantes para que você entenda quais são as competências que cada um dos colaboradores já desenvolveu ao longo do tempo e quais são aquelas que ainda precisam ser desenvolvidas. Dessa forma, você é capaz de identificar os melhores passos para o plano de desenvolvimento individual de um dos membros da equipe.

Ainda vale lembrar que, ao longo do tempo, é possível mensurar a melhoria no desempenho de cada colaborador a partir da avaliação 360 graus. Isso significa que você é capaz de identificar quais são as estratégias que estão gerando resultados e quais são aquelas que não estão, podendo investir em melhorias de acordo com o que for observado.

Abre portas para a participação de todos

A participação de todos nos processos e na tomada de decisão dentro da empresa é essencial para criar um ambiente de trabalho saudável e agradável. E a avaliação 360 graus pode atuar nesse aspecto, permitindo que todos os colaboradores, sem exceção, participem dos processos da empresa.

Isso porque todos são avaliados, ao mesmo tempo que também podem avaliar cada um dos profissionais que trabalham junto com eles. Dessa forma, sentem que a sua voz e opinião são realmente importantes para a empresa, se sentindo mais valorizados pela organização.

Além disso, isso pode incentivar uma cultura de feedback ao longo do tempo. Afinal, o processo se torna mais natural, sendo incentivado pelo time de RH a partir da avaliação de desempenho.

Aumenta os níveis de autoconhecimento do colaborador

Por fim, vale destacar que a avaliação 360 graus também tem um papel muito importante no que se refere ao autoconhecimento do colaborador. Afinal, ela tem o potencial de ajudar o profissional a entender mais sobre o seu próprio desempenho, pontos fortes, elementos que devem ser melhorados e competências que ainda precisam ser desenvolvidas.

Dessa forma, ele passa a ter maior clareza sobre a própria performance e se torna responsável por melhorar e dar o seu melhor no dia a dia do trabalho. Ainda vale destacar que, por incluir uma autoavaliação, essa metodologia ainda permite que o colaborador entenda qual a distância entre a forma como ele enxerga o próprio comportamento e desempenho e como as pessoas ao redor vêem esses elementos.

Qual o passo a passo para implementar a avaliação 360 graus?

Agora que você já sabe o que é, a importância e os benefícios da avaliação 360 graus, é hora de entender como colocar esse processo em prática na sua empresa. Veja agora o passo a passo para realizar a avaliação 360 graus!

Planejamento

Assim como qualquer outro processo, a avaliação 360 precisa começar com um planejamento minucioso. Isso significa que você deve analisar quais são os objetivos da avaliação, assim como prazos para ser implementada e melhor forma de conduzir todo o processo.

Comece a entender qual o principal foco da avaliação e identifique os cargos e colaboradores que irão ser avaliados. A partir disso, é importante que você faça um levantamento dos elementos que precisam ser avaliados para cada um dos cargos e ocupações do time, assim como quem deve responder cada uma das avaliações.

Esse é o momento de criar um cronograma e definir responsáveis. Portanto, além de realizar o levantamento de todos os elementos que devem ser analisados e, inclusive, criar os questionários, defina datas para aplicação e análise dos resultados. Também defina responsáveis, dentro do time de RH, pela execução de cada uma dessas etapas.

Treinamento

Todos os profissionais precisam estar preparados e capacitados para a avaliação 360 graus, incluindo os respondentes. Isso significa que você deve investir no treinamento do time de RH e na instrução dos demais colaboradores da empresa para que eles respondam de forma correta a cada um dos questionários.

Nesse aspecto, vale destacar a importância da instrução dos colaboradores. Afinal, se eles não souberem exatamente o que fazer ou como funciona o processo, todos os resultados podem ficar comprometidos.

Portanto, converse com os colaboradores explicando o que é a avaliação 360 graus, quais são seus objetivos e como funcionam os questionários. Também é importante que você explique como responder cada um dos questionários, inclusive o de autoavaliação. Por fim, lembre que todo o processo é sigiloso e que eles devem ser sinceros, sem correr o risco de que ninguém saiba o que cada um respondeu.

Seleção de avaliadores

Agora é o momento de determinar quem deve responder a cada uma das avaliações de desempenho. Ou seja, você precisa saber quem serão os avaliadores. Nesse momento, é importante considerar a função de cada um dos envolvidos, criando um grupo de avaliadores diverso e amplo o suficiente para abarcar diversas perspectivas diferentes.

O grupo de avaliadores deve conter, portanto, líderes, subordinados (quando houver) e colegas. Isso porque cada um desses avaliadores possui um contato diferente com profissional que está sendo avaliado, de forma a ter uma visão distinta do desempenho desse colaborador. Dependendo da função que ele desempenha, também pode ser importante contar com clientes ou fornecedores para responderem aos questionários.

Por fim, vale lembrar que o grupo não deve ser grande ou pequeno demais. Portanto, selecione de 8 a 10 pessoas para serem avaliadores de cada um dos profissionais avaliados, lembrando sempre de manter a diversidade de função entre eles.

Execução

Agora é a hora de colocar a mão na massa e rodar a avaliação 360 graus na empresa. Portanto, é o momento de distribuir os questionários de forma a dar a oportunidade de que cada um dos profissionais tenha tempo para respondê-los com calma e cuidado.

Para facilitar o processo, você pode contar com a tecnologia. Criar formulários digitais e enviá-los por e-mail pode ser uma ótima forma de executar o processo. Também é importante determinar um tempo limite para que os colaboradores enviem as respostas e manter um membro da equipe de RH de plantão para responder a possíveis dúvidas que possam surgir ao longo do processo.

Avaliação e ajustes

Vale destacar que a avaliação 360 graus também deve ser avaliada. Parece redundante, não é mesmo? Pois saiba que receber feedbacks sobre o processo é uma ótima forma de entender o que deu errado para corrigir das próximas vezes.

Portanto, inclua, ao final do questionário, uma pergunta pedindo um feedback sobre a avaliação. Você também pode convocar alguns dos avaliados e avaliadores para conversar sobre o processo e dizer o que consideram positivo e negativo sobre a avaliação. A partir disso, registre o feedback recebido para realizar ajustes das próximas vezes.

Quais os desafios desse tipo de avaliação?

Vale destacar que a avaliação de desempenho pode oferecer uma série de desafios para o time de RH. Entender quais são eles é uma ótima forma de se preparar com antecedência e, dessa forma, enfrentá-los caso efetivamente se concretizem. Veja agora os principais desafios desse tipo de avaliação:

  • engajar os respondentes;
  • criar uma avaliação objetiva e eficiente;
  • formular boas perguntas;
  • analisar os resultados.

Para enfrentar esses desafios, é importante pensar de forma crítica todas as etapas da avaliação de desempenho. Explique muito bem para o time sobre a importância das respostas e do engajamento no processo. Também crie perguntas de acordo com os seus objetivos, evitando que a avaliação seja um processo burocrático e cansativo, pouco alinhado à estratégia da empresa.

Vale destacar que também é importante que você busque metodologias eficientes para analisar os resultados. Isso porque, como você pode imaginar, você terá acesso a um grande volume de informações sobre os colaboradores e, dessa forma, é essencial ter cuidado na hora de analisar esses dados para que eles não percam a sua validade e confiabilidade.

Quando a avaliação 360 graus deve ser aplicada?

Quando se fala em periodicidade, não existe uma regra que sirva para todas as empresas. Porém, é importante lembrar que a avaliação de desempenho deve ser um processo recorrente, principalmente para que você possa comparar resultados e mensurar a evolução dos colaboradores ao longo do tempo.

Dessa forma, determine um período para aplicar a avaliação 360 graus. Você pode aplicar de seis em seis meses ou uma vez por ano, por exemplo. O importante aqui é que o tempo não seja curto demais, de forma a não permitir a visualização dos resultados, mas também não seja muito longo.

Quais são os principais métodos de avaliação de desempenho?

Está difícil montar a sua avaliação 360 graus? Então confira algumas técnicas e ferramentas importantes que podem ajudar você nesse momento:

  • invista em formulários online (como o Google Forms);
  • dê preferência para perguntas fechadas, com várias opções de resposta;
  • evite perguntas abertas, incluindo apenas um espaço de comentários adicionais caso o colaborador deseje;
  • use planilhas para compilar os dados;
  • invista em gráficos para comparar os resultados ao longo do tempo;
  • gráficos também podem ser importantes para comparar a autoavaliação com o resultado das respostas das outras pessoas.

O que fazer com os resultados da avaliação?

Vale destacar que, após o término do processo, é essencial que você tenha encaminhamentos a partir do que foi levantado com a avaliação de desempenho. Afinal, os resultados não têm efeito quando ficam guardados na gaveta do RH, não é mesmo?

Um dos principais encaminhamentos nesse momento é o feedback para o colaborador avaliado. Evite fazer isso por e-mail, convidando o colaborador para uma conversa na qual você mostra os resultados e explica um dos elementos para ele. Só depois de tirar todas as dúvidas é que você deve enviar o relatório para o colaborador.

Também é importante usar esses resultados para, juntamente ao avaliado, criar um plano de desenvolvimento individual. Ao final do processo, use os resultados de cada uma das avaliações para analisar se os treinamentos e capacitações estão gerando efeitos no desempenho e performance do time.

Com esse artigo você aprendeu tudo sobre avaliação 360 graus. Descobriu como ela funciona, a sua importância e como implementar esse processo. Portanto, comece, agora mesmo, a colocar tudo isso em prática na sua empresa. Lembre-se de que a avaliação 360 graus pode ser uma grande aliada do RH estratégico da sua organização, possibilitando que você avalie os resultados dos treinamentos e identifique talentos dentro da empresa.

Gostou do conteúdo? Quer continuar se informando com o nosso blog? Então, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos ricos como esse diretamente no seu e-mail!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.