Liderança

Pipeline de liderança: como construir uma empresa impulsionada pela liderança

Se você está imerso no mundo corporativo e não sabe o que significa pipeline de liderança, não se sinta constrangido. O termo ainda é desconhecido por boa parte dos profissionais, apesar de ser muito útil para qualquer organização.

Aqui, reunimos uma série de informações que vão ajudar você a entender melhor o assunto e, principalmente, a utilizar essa metodologia a seu favor. Está preparado para dar o próximo passo na construção de lideranças mais efetivas? Então, vamos lá!

O que é pipeline de liderança?

Você já teve a sensação de que algumas lideranças não são, de fato, efetivas? Muitas vezes, os líderes assumem essas posições por outras circunstâncias que não o seu preparo para coordenar pessoas. Em alguns casos, isso acontece justamente pelo conhecimento técnico ou pela experiência do profissional.

O pipeline de liderança nada mais é do que um modelo de desenvolvimento de líderes feito especialmente para traçar esse caminho de uma forma mais eficiente e satisfatória para todos. Portanto, ele ajuda a fazer essa transição, de modo a deixar tanto o líder quanto a equipe mais seguros do trabalho que será realizado.

Para isso, ele se baseia no perfil e na experiência de cada profissional. Dessa forma, é realizada uma avaliação criteriosa das potencialidades de cada um, justamente para desenvolver os pontos fortes e identificar os aspectos que precisam ser melhorados durante a trajetória de ascensão à liderança.

Como surgiu esse modelo?

Esse modelo de desenvolvimento de liderança foi criado pelo consultor Ram Charan que, em conjunto com Stephen J.Drotter e James Noel, produziu um livro que foi lançado por volta dos anos 2000. O foco foi justamente abordar essa preparação de bons líderes como um diferencial competitivo para os negócios.

Livro Pipeline de Liderança: O desenvolvimento de líderes como diferencial competitivo - Editora Campum

Os três apresentam, no livro, o conhecimento adquirido em anos de prática em empresas como a General Electric, a Goodyear, a Ford e assim por diante. Logo, eles desenvolveram essa ideia acerca dos múltiplos níveis de liderança, o que exige habilidades diferentes para cada um deles, é claro.

As organizações utilizam até hoje esse modelo, e não é à toa. Como você verá a seguir, ele faz toda diferença no modo como as empresas preparam os profissionais que nortearão as equipes dentro dos negócios.

Como o pipeline de liderança funciona nas empresas?

O pipeline é uma ferramenta fundamental para as empresas. Ele tem um papel importantíssimo no desenvolvimento de lideranças de todos os níveis, desde supervisores até gerentes sêniores. Justamente por isso, pode ser considerado um dos recursos mais completos para o amadurecimento dos profissionais para essa posição.

O modelo cria uma estruturação que serve tanto para a identificação daqueles trabalhadores com talentos e habilidades natas para a liderança quanto para a avaliação e desenvolvimento de aptidões daqueles que têm conhecimento técnico elevadíssimo, mesmo com eventuais deficiências. Portanto, podemos dizer que é tanto um instrumento de planejamento quanto de execução.

Sua atuação é de uma auditoria de liderança, fazendo um balanceamento entre todos os cargos de liderança, suas exigências e a disponibilidade de talentos com características mais alinhadas com os requisitos. Dessa forma, facilita-se a alocação e a preparação das pessoas para assumirem eficientemente essas posições.

Quais são as etapas do pipeline?

O pipeline de liderança apresenta seis diferentes etapas de transição. Elas são conhecidas como:

  1. transição de gerenciar a si mesmo para gerenciar os outros;
  2. transição de gerenciar os outros para gerenciar gerentes;
  3. transição de gerenciar gerentes para gerenciar uma função;
  4. transição de gerenciar uma função para gerenciar negócios;
  5. transição de gerenciar negócios para gerenciar um grupo;
  6. transição de gerenciar um grupo para administrar uma empresa.

É claro que, para transcorrer todo esse percurso, é preciso ter preparo. Por isso, confira a seguir algumas dicas que vão ajudá-lo a conquistar a habilidade de construir um bom pipeline.

Adapte o modelo de acordo com a realidade da empresa

O primeiro passo é entender como o modelo pode ser adaptado tanto à realidade quanto às necessidades da empresa. É natural que cada organização tenha demandas diferentes, até porque os perfis das equipes são distintos entre si. Logo, o pipeline não será o mesmo para todas elas.

Desenvolva o autoconhecimento

O segundo passo é aprender a desenvolver o autoconhecimento. Essa habilidade é importantíssima para fazer a autoavaliação e descobrir as próprias forças, fraquezas e oportunidades de melhoria. É claro que, nesse processo, o aperfeiçoamento é uma consequência inevitável.

Crie um plano de desenvolvimento

O próximo passo que você deve trilhar é realmente criar um plano de desenvolvimento. Agora que você conhece suas principais habilidades, o que vai fazer para potencializá-las? E quanto às suas deficiências ou inabilidades? Descubra os meios de treiná-las e fortalecê-las.

Defina objetivos claros

Os objetivos são aquela tradução do seu plano em determinações mais claras e, por consequência, mais fáceis de focar, já que estão bem especificadas. Sabe aquele farol que guia você mesmo durante as transições mais obscuras ou confusas? Esse farol são os objetivos que você terá traçado no início da jornada.

Avalie os desempenhos

Com metas e objetivos estipulados, você poderá definir um período para se avaliar e entender como está indo o seu progresso. Isso ajudará a ajustar as velas sempre que for necessário. Portanto, adote métricas claras e avalie seus desempenhos.

Conte com as ferramentas certas

Expanda seus conhecimentos e conte com as ferramentas certas, que deem suporte às suas necessidades. Assim como um bom pipeline é um recurso de apoio importantíssimo, você pode encontrar em outros métodos uma ajudinha extra.

Quais são as vantagens do uso do pipeline de liderança?

Quando bem definido, o pipeline de liderança pode oferecer inúmeros benefícios para a empresa, como:

  • o estabelecimento dos requisitos mais apropriados para os níveis de liderança;
  • o planejamento dos processos de desenvolvimento, seleção e sucessão de líderes;
  • a fácil identificação de gargalos e lacunas entre o desempenho desejado e atual dos profissionais;
  • a tomada de decisão do RH passa a ser feita com base nas habilidades dos colaboradores;
  • a otimização das contratações com base nas necessidades da empresa;
  • a redução do tempo necessário para preparar os líderes.

Por essas e outras razões, o pipeline de liderança acaba sendo uma ferramenta de apoio importantíssima na estruturação de um processo conciso e, de fato, eficiente, tanto na preparação quanto na escolha dos líderes que assumirão essas posições. Isso é fundamental, especialmente para os cargos mais altos.

Quer continuar aprofundando seus conhecimentos com assuntos relacionados ao pipeline de liderança? Então, descubra como desenvolver a liderança nos profissionais!

Fique informado ao assinar a Newsletter Aspectum

Obrigado! Seus dados foram recebidos com sucesso.
Oops! Algo deu errado. Favor tentar novamente.
Junte-se a milhares de pessoas que recebem dicas sobre crescimento humano, hábitos de alta performance, habilidades de diálogo e liderança de equipes.