Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas em 2020

Descubra o que é e qual a diferença do treinamento e desenvolvimento de pessoas. Passo-a-passo, importância, tipos e processos de palestras, cursos e workshops.

Escrito por:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
treinamento e desenvolvimento de pessoas
Com o objetivo de garantir os resultados preestabelecidos no planejamento estratégico da organização, existe a necessidade de ter uma gestão anual quanto às ações voltadas especificamente para os clientes, além de metas claras e precisas para cada área de seu negócio.

No entanto, também é preciso voltar a atenção para os colaboradores de sua empresa — profissionais que estão satisfeitos com o ambiente de trabalho, naturalmente são mais produtivos e mais preocupados com as decisões tomadas pela organização.

Nesse sentido, estabelecer ações de treinamento e desenvolvimento deve ser considerado pela sua equipe, pois trará ganhos para os times como um todo, além de ser um fator decisivo para resultados mais atrativos.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda sobre a importância desses treinamentos para a empresa, a diferença existente entre treinamento e desenvolvimento, além de saber quais são os principais tipos aplicados no mercado. Boa leitura!

A importância do treinamento e desenvolvimento de pessoas nas empresas

Conforme abordado, ter uma atenção voltada especialmente para os profissionais de sua empresa é algo a ser considerado pela sua equipe gestora, pois toda a organização poderá sentir os impactos positivos dessa estratégia. A seguir, entenda quais são os benefícios!

Maior engajamento

Antes de abordarmos especificamente sobre esse ganho proporcionado pelo treinamento e desenvolvimento, vamos debater um pouco mais sobre a palavra “engajamento“. O que ela representa dentro de uma empresa?

Geralmente, ao abordarmos sobre profissionais engajados, discorremos sobre aqueles colaboradores que são comprometidos com os resultados do negócio e fazem o seu trabalho de modo que seja aplicado para o crescimento da organização. No entanto, podemos ampliar esse conceito.

Um colaborador engajado se preocupa com os resultados do seu trabalho como um todo, e isso faz com que ele também esteja atento em relação a sua equipe, proporcionando meios para que todos possam crescer em conjunto. Assim, ele se interessará em transmitir os seus conhecimentos, em ajudar no dia a dia de sua equipe, além de estar apto para qualquer dúvida que seus colegas venham a ter.

Tudo isso porque ele sente que essa ação por parte de sua empresa é recíproca — ela oferece meios para que, enquanto profissionais, todos possam se desenvolver.

Clima organizacional saudável

Esse benefício é diretamente interligado ao anterior. Em um ambiente em que todos estão dispostos a se ajudar e a ensinar uns aos outros, naturalmente vai gerar um clima organizacional saudável. Quando esse aspecto em um negócio é positivo, o colaborador vai desempenhar as suas funções com qualidade, o que vai gerar impacto na percepção que os clientes têm em relação aos seus produtos e serviços.

É preciso que, aliado a isso, sua empresa tenha valores bem definidos, com o objetivo de que todos caminhem sob a mesma direção. Exemplos claros de valores que podem ser aplicados em seu negócio estão justamente voltados para o “aprender e ensinar”.

Caso esses sejam os pilares do sucesso daquele ambiente de trabalho, todos terão a oportunidade de estabelecerem ações individuais para aplicar essa cultura, contribuindo para melhorias em todos os aspectos.

Produtividade elevada

Elevar a produtividade dos profissionais e manter a qualidade dos produtos e serviços ofertados é um desafio para a maioria das organizações. Entre as ações a serem adotadas, a primeira delas deve ser localizar falhas durante o processo, tanto aquelas mais técnicas quanto as que se exigem uma ação mais pontual do negócio.

Além disso, outra estratégia que deve ser adotada por um empreendimento que deseja profissionais mais produtivos é justamente oferecer um bom ambiente de trabalho, que seja flexível e que faça com que todos os colaboradores se sintam bem em estar ali.

Manter canais de comunicação internos é outro meio a ser adotado, pois eles transmitem segurança aos seus profissionais, demonstrando respeito em deixá-los cientes de todas as decisões tomadas pela equipe gestora.

Ao oferecer cursos e treinamentos para a sua equipe, será possível identificar também um aumento da produtividade, justamente porque haverá oportunidade de sanar possíveis dúvidas que eles tenham em relação aos seus processos.

Além disso, existem ofertas no mercado que trabalham também questões comportamentais com o objetivo de melhorar a performance organizacional, algo que também deve ser considerado em seu planejamento.

Reconhecimento da empresa no mercado

Quando mencionamos sobre o reconhecimento da empresa no mercado, é preciso entender que estamos abordando não apenas a percepção que os clientes têm em relação a sua marca, como também o modo como outras empresas enxergam a sua organização.

Outro desafio comum entre os negócios de um mesmo nicho está em atrair e reter talentos. A taxa de turnover, quando está elevada, gera custos para a sua gestão, além de ser um fator que abaixa a produtividade da sua equipe.

Nesse sentido, geralmente é preciso deslocar um time para o recrutamento e, ao contratar o profissional, exige-se que ele seja acompanhado por determinado período para que entenda as questões mais práticas de suas funções.

Tudo isso pode ser evitado ao estabelecer ações internas que aumentam a satisfação dos colaboradores. Além disso, caso o seu negócio tenha uma visão positiva no mercado como um todo, haverá mais facilidade de acrescentar em seu time nomes que se destacam nas outras organizações, sendo esse um diferencial competitivo.

A diferença de treinamento e desenvolvimento

Agora que você já entende todos os benefícios de oferecer ações de treinamento e desenvolvimento para a sua equipe, chegou o momento de compreender um pouco mais sobre a diferença existente entre o treinamento e o desenvolvimento — algo que gera dúvidas entre os gestores. Confira!

Treinamento

Mencionamos sobre a possibilidade de estabelecer estratégias para que a sua equipe possa se aprimorar em suas funções, desenvolvendo competências técnicas para que o trabalho seja executado de maneira mais prática. Isso, por sua vez, também otimiza o tempo e permite aos profissionais dedicarem parte de sua rotina para questões mais estratégicas.

Todo esse processo está relacionado ao treinamento, cuja principal funcionalidade é aprimorar as habilidades relacionadas à função do profissional. Sendo assim, pode-se considerar que é uma ação de curto prazo.

Ao identificar as demandas entre os seus times, existe a possibilidade de oferecer palestras educacionais abordadas até mesmo por colaboradores que já entendam sobre o assunto. Isso faz com que a atividade seja algo participativo e que integre toda a equipe.

Desenvolvimento

No entanto, existem ações que são de longo prazo e que também devem ser priorizadas pelo seu time. Ao oferecer meios para o desenvolvimento de seus profissionais, você vai permitir com que haja o aprimoramento não apenas profissional, como também em questões comportamentais e humanas, permitindo que aquela pessoa seja primordial para a sua equipe.

Assim, você vai estimular a sua empresa a se envolver em questões como carreira e crescimento dentro da organização, por meio de treinamentos em blocos mais longos e que sejam mais específicos. Aqui, são trabalhadas características que vão além do cargo, tendo um caráter mais proativo.

Tipos de treinamento e desenvolvimento

A seguir, selecionamos os principais tipos de treinamento e desenvolvimento a serem adotados em uma empresa. Veja!

Comunicação acertada

Um dos principais pilares para o sucesso de uma empresa está relacionado com a capacidade de profissionais conseguirem desenvolver técnicas para se comunicarem de forma efetiva entre as equipes. Quando seus colaboradores conseguem transmitir informações de forma clara, respeitosa e que obtenham o retorno esperado com aquele comunicado, é porque a sua comunicação é mais acertada.

Especialmente para empresas que contêm um número de profissionais mais elevado, podemos considerar os ruídos de comunicação um dos gargalos e desafios a serem superados. Por essa razão, existe a necessidade de estabelecer estratégias que aprimorem essa questão entre todos os colaboradores.

Aquele profissional que consegue desenvolver a sua comunicação, geralmente entende como exercer a inteligência emocional de forma clara, desenvolvendo habilidades para ouvir atentamente o colega, além de ter um cuidado específico no momento de dar um feedback — seja ele positivo, seja ele negativo.

Além disso, os gestores também desenvolvem um sentimento de discurso mais direcionado, entendendo como usar as palavras tanto nos diálogos orais quanto na comunicação escrita.

Por fim, soluções para situações críticas são encontradas e se torna possível resolver os problemas de modo que envolva de forma positiva toda a equipe. Isso permite a criação de um ambiente em que todos são capazes de expressar a sua opinião para encontrar um caminho mais agradável para qualquer desafio ou contratempo.

Diante todo esse contexto, torna-se fundamental aplicar um curso de treinamento e desenvolvimento que seja relacionado ao cenário em questão. Assim, o seu negócio e toda a sua equipe poderão usufruir dos ganhos de uma companhia que conta com equipes alinhadas com os objetivos e metas da organização, sem deixar de lado a cultura organizacional.

Liderança por influência

Todas as empresas puderam sentir os impactos e as transformações ocorridas nos últimos anos. O desenvolvimento de novas tecnologias possibilitou a automação de diversos processos, permitindo que os colaboradores pudessem contar com uma visão mais estratégica, aumentando as possibilidades de uma organização atingir os resultados esperados.

Nesse contexto, houve a necessidade de uma liderança que fosse menos centralizada, que conseguisse conquistar a confiança de seus liderados e que construísse uma relação mais próxima.

De modo geral, os líderes por influência têm a capacidade de obter de seus profissionais as suas melhores habilidades. Eles também criam espaço para que as equipes alcancem seus objetivos dentro da empresa a partir de suas competências que mais agregam às suas funções.

Essa é uma relação recíproca, pois os liderados precisam confiar que os seus gestores diretos conseguirão fazer com que toda a equipe obtenha resultados esperados para o sucesso da empresa. Assim, vão atingir de forma honesta as metas esperadas, além de um contribuir para o crescimento do outro dentro da organização.

Entre os pontos a serem desenvolvidos por um líder com o objetivo de garantir a influência da equipe, pode-se destacar o fato de que seus atos precisam ir de acordo com as regras da empresa e com o que ele prega. Além disso, é necessário estabelecer uma comunicação que seja transparente, valorizando pontos importantes entre as equipes.

Também é exigido que um líder influente possa sempre exemplificar as decisões tomadas na empresa, deixando os profissionais cientes das mudanças e no que elas acarretarão em suas rotinas. Os compromissos assumidos também devem ser cumpridos, além de encorajar diariamente a relação recíproca entre as pessoas lideradas. Isso traz ganhos para a proatividade dos profissionais, que sempre se sentirão engajados a darem opiniões acerca dos principais temas do negócio.

Accountability

Antes de abordarmos sobre esse tipo de treinamento e desenvolvimento, vamos explicar de maneira mais clara o que é o accountability. Abordamos em alguns trechos deste conteúdo sobre a necessidade de líderes e liderados manterem a transparência em suas comunicações, bem como ao informar sobre as principais mudanças que ocorrem entre as equipes.

No entanto, é preciso entender que o accountability não quer dizer apenas sobre o fato de prestar contas, mas é também uma maneira de avaliar se os passos tomados dentro do negócio são de fato efetivos e trarão ganhos para as equipes.

Assim, o accountability nas empresas tem como um dos principais pilares a responsabilização pelos membros das equipes, levando em consideração quais foram os resultados até então e quais são os pontos que podem ser melhorados.

Dessa forma, as organizações vão avaliar os erros que comprometem a entrega de produtos e serviços não apenas para entender o que houve em determinada demanda, mas para compreender de que maneira aquilo pode servir como aprendizado — de modo que não se repita e que os processos sejam aperfeiçoados.

Nesse sentido, os OKRs — objectives and key results, ou seja, objetivos e principais resultados — serão uma importante ferramenta a ser considerada. Essa metodologia foi desenvolvida especialmente para definir quais são os principais objetivos de um negócio, de modo que os colaboradores possam definir um caminho mais adequado para atingi-los.

Para estruturar um OKR, é preciso que as equipes tenham metas claras e bem definidas, que estabeleçam prazos individuais em curto prazo e que acompanhem os resultados de forma constante. De nada adianta contar com números bem direcionados se as equipes não tiverem acesso a eles, pois tal prática não influenciará para transformações que sejam positivas dentro dos setores.

Com o objetivo de que isso se torne uma rotina prática dentro da empresa, existe a necessidade de que todos os colaboradores sejam imersos nessa cultura organizacional, além de utilizar esses dados para gerar feedbacks entre os membros da equipe.

Conforme percebido, são muitos os pontos a serem analisados para o sucesso de seus resultados — que serão facilitados por meio de cursos de desenvolvimento na empresa.

Desenvolvimento de competências e habilidades

Inicialmente, vamos entender a diferença existente entre habilidades e competências. A primeira está relacionada com as capacidades que o seu profissional vai adquirir por meio de suas funções. Dessa forma, caso ele aprenda a trabalhar em softwares específicos de seu negócio, por exemplo, ele terá desenvolvido a habilidade em manuseá-los e a utilizá-los de forma que traga ganhos para a empresa.

Já as competências se referem a um contexto mais amplo, em que o profissional vai fazer a junção das habilidades com os seus conhecimentos e atitudes dentro de seu cargo. Sendo assim, elas estão mais relacionadas ao fato de o colaborador entender como gerenciar situações mais complexas, coordenar demandas críticas para o aprendizado de toda a equipe, e também utilizar os recursos disponíveis para chegar a um resultado mais atrativo.

Para utilizar um treinamento comportamental para o desenvolvimento das habilidades e competências, existe a necessidade de entender qual é o nível individual de seus profissionais. Nesse caso, ele pode ser básico, médio ou avançado.

No primeiro, ele não consegue desenvolver as suas funções sem o auxílio de outro colaborador.  No segundo, apesar de aquela pessoa já ter um certo domínio sobre as suas funções, ainda tem dificuldades com trabalhos que sejam novidade, sem conseguir desenvolver soluções mais desafiadoras. Por fim, o profissional que está no nível avançado conta com o domínio necessário para as suas funções, conseguindo focar na resolução de qualquer que seja o trabalho.

Dessa forma, ao conhecer as principais competências de seus colaboradores, é preciso desenvolver um plano de ação para esse aperfeiçoamento, com o objetivo de entender quais de suas equipes serão desenvolvidas, quem será o profissional responsável por aqueles treinamentos, como vai ser o processo e como comunicar os ganhos que ele terá a partir das etapas a serem trabalhadas.

A partir disso, é preciso escolher as melhores formas de treinamento e desenvolvimento que possam cumprir com os objetivos dessa estratégia, de modo que toda a equipe cumpra suas funções de maneira mais eficiente.

Processos de treinamento e desenvolvimento de pessoas

Agora que você já sabe sobre os principais pontos relacionados ao treinamento e desenvolvimento dos colaboradores, é preciso ficar por dentro sobre meios que consigam aprimorar os seus profissionais. Entenda!

Palestras

A dica, aqui, é entender inicialmente quais são as principais necessidades de sua equipe. Dessa forma, é possível buscar no mercado as palestras que mais condizem com a realidade do seu negócio, trazendo ganhos para a sua gestão como um todo. Para isso, converse com seus profissionais e procure entender quais são as suas principais dificuldades e como o time poderá trabalhar para supri-las.

É preciso entender que, hoje, as palestras são voltadas para os mais diversos focos. Dessa forma, é preciso escolher um profissional que seja bem direcionado, com o objetivo de que isso traga um reflexo direto nos processos e na rotina de sua organização.

Cursos

Ao oferecer cursos para a sua equipe, além de ser um ponto essencial para aprimorar as suas habilidades e conseguir trazer maior eficiência para os processos (o que impacta positivamente a produtividade), seus colaboradores se sentirão mais engajados a cumprirem suas demandas — conforme abordamos mais acima.

Novamente, é preciso entender as principais queixas de sua equipe em uma pesquisa que seja mais eficaz e que traga os ganhos esperados pelo time em geral. Também é preciso acompanhar de perto quais são os resultados que isso tem trazido ao negócio. Saiba como estão os seus colaboradores antes de aplicar esses cursos e recolha feedbacks sobre o andamento de todo esse processo.

Caso exista a necessidade de alguma alteração, ela poderá ser aplicada de acordo com a percepção que os participantes tiveram até então. O sucesso de toda essa estratégia ainda vai depender de um bom planejamento, de como os gestores moldaram os cursos a serem desenvolvidos, quais são as práticas que mais se adéquam à cultura de seu negócio, entre outros pontos.

Workshops

Afinal, o que é o workshop e no que isso poderá agregar para a sua empresa? As características desse tipo de treinamento são bem similares aos dos cursos, mas ele é um evento mais específico e com um tema preestabelecido pela equipe. Aqui, o foco maior é na produtividade, em um contexto ministrado por poucas pessoas, sendo mais dinâmico.

Um dos principais objetivos é promover o debate em relação a algum assunto que seja relevante aos seus profissionais. Diferente de uma palestra, por exemplo, em que seus colaboradores atuam de forma mais passiva, agregando conhecimentos por meio de um profissional que seja capacitado para aquele assunto — ambos agregam valor, pois é uma atividade mais interativa e participativa.

Jogos corporativos

Um dos principais objetivos, nesse cenário, é desenvolver atividades para os profissionais de forma mais descontraída, que permitam uma interação entre os participantes e estimulem uma competição saudável dentro da empresa.

Entre as vantagens a serem observadas nesse tipo de estratégia, destaca-se o aumento da satisfação dos colaboradores. Isso possibilita um maior compromisso de seus profissionais com os prazos de suas demandas e também garante maior clareza dos colaboradores dentro da organização.

Por fim, a técnica contribui para que seus colaboradores recém-chegados possam se sentir mais confortáveis com a nova empresa, contribuindo para a sua motivação.

Neste conteúdo, você pôde entender alguns pontos importantes sobre treinamento e desenvolvimento de seus profissionais, como isso é positivo para o seu negócio e de que maneira é possível adotar soluções que permitam todos os ganhos mencionados.

Implementar estratégias que trazem um estímulo às pessoas de seu time, como é o caso do treinamento e desenvolvimento, deve ser uma das prioridades de sua organização. Esse é o melhor caminho para que os colaboradores se sintam mais engajados a cumpram com as metas e objetivos da empresa — trazendo resultados mais efetivos e permitindo que os planos estratégicos sejam alcançados com êxito.

A Aspectum é uma empresa que oferece treinamentos corporativos para trazer melhorias para a performance organizacional. Ficou interessado no assunto e deseja implantar a ideia em sua organização? É só entrar em contato com a gente!

Lembre-se de compartilhar este artigo!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Receba as últimas novidades sobre treinamentos e desenvolvimento humano

tudo sobre desenvolvimento de pessoas, capacitação & RH.

Mais do Portal

impacto socio econômica das organizações na sociedade

O impacto das organizações na sociedade

Comumente devido ao dia dia esquecemos da importância que uma empresa tem na sociedade. Você que possui uma empresa, já parou para pensar do papel importantíssimo que você está desempenhando? Indiferente do tamanho da sua empresa, ela exerce um papel fundamental na sociedade.

confiança no ambiente de trabalho

Tipos e pilares da confiança no ambiente de trabalho!

Algumas maneiras comprovadas de construir confiança no ambiente de trabalho requerem muito mais do que se pode imaginar. Se tornou líder de alguém? A comunicação eficaz pode lhe ajudar. Confiança é a base de todos os relacionamentos de sucesso. Saiba como se tornar mais confiante no trabalho.

Conheça um de nossos treinamentos pela voz do nosso CEO.
Vídeo online sem interação humana.

Assistir agora

Fique por dentro dos próximos treinamentos, webinários ao vivo e programe-se para participar de algum deles no melhor momento para você.

Agendar

Quer mais informações?
Descubra como o Google, Facebook, Bradesco, Syngenta e outros clientes tem investido na formação de seus líderes e como você pode trazer nossas metodologias para sua empresa.

Solicitar contato